Esportes

DAC vence lanterna União-ABC por 2 a 1 e engrossa torcida para ‘secar’ o Costa Rica

Time de Dourados empatou em pontos com o Operário e torce para a Cobra do Norte perder seus 2 confrontos no Estadual

Humberto Marques Publicado em 20/05/2021, às 17h54

Segundo gol de Rilber na vitória do DAC sobre o União-ABC no Douradão
Segundo gol de Rilber na vitória do DAC sobre o União-ABC no Douradão - DACTV/Reprodução

O DAC recebeu o União-ABC na tarde desta quinta-feira (20) no Frédis Saldivar, em Dourados –a 233 km de Campo Grande– e venceu pelo placar de 2 a 1, resultado que mantém suas chances matemáticas de ser campeão estadual de futebol no ano em que estreou em competições profissionais.

Para isso, porém, os douradenses se juntam ao Operário na torcida contra o Costa Rica, que pega o Comercial às 19h no Morenão. Caso a Cobra do Norte vença o Colorado, já erguerá o caneco nesta noite. Um empate joga a decisão para a 10ª e última rodada da competição, a ser disputada no domingo (23).

O DAC abriu o marcador após cobrança de escanteio aos 32min. Após escorada de cabeça no meio da pequena área, Rilber –que já havia conseguido a cobrança de corner– girou e, de direita, fulminou as redes de Breno.

Os douradenses ampliaram aos 19min da etapa final. Após bobeira da zaga do Tricolor da Vila Progresso, Rilber tomou a bola, colocou os 2 zagueiros no chão e ainda tirou o goleiro Breno do lance antes de empurrar para as redes.

O União-ABC marcou o gol de honra já nos acréscimos. Aos 48min, Willian pegou rebote do goleiro Roger na área e se preparava para chutar, quando foi derrubado. O zagueiro Wellington cobrou o pênalti à esquerda do guarda-metas e diminuiu.

Com o resultado, o DAC soma os mesmos 17 pontos do Operário, mas fica atrás por ter um saldo de gols menor (4 a 3) e menos gols a favor (14 a 10). Os dois times agora torcem juntos para o Comercial vencer o Costa Rica ou pelo menos conseguir um empate, o que jogará a decisão do Estadual para domingo.

Caso a Cobra do Norte perca, ainda segue como favorita ao título na última rodada. Para tanto, basta vencer o União-ABC (lanterna do hexagonal final, com 4 pontos) às 15h de domingo por qualquer placar ou mesmo empatar. Caso seja derrotado também no segundo confronto, precisa que a disputa entre Operário e DAC termine empatada.

Ou seja, dependendo do jogo desta noite entre Comercial e Costa Rica, Operário e DAC farão um confronto direto domingo tendo como outro desafio uma vitória larga para descontar o saldo de gols: a Cobra do Norte tem 12 gols a favor, 8 a mais que o Galo. No empate por pontos e vitórias, o time do Norte do Estado ainda tem uma larga vantagem em seu favor.

O primeiro critério de desempate do Estadual é o número de vitórias, que são contadas apenas no hexagonal –neste momento, são 6 vitórias para o Costa Rica e 5 para Galo e DAC (só um deles conseguiria se igualar à Cobra do Norte caso esta perca os 2 jogos). O segundo critério de desempate é o saldo de gols e, na sequência, o número de gols a favor.

A decisão do Sul-Mato-Grossense se deu em um hexagonal final, com 10 rodadas. Leva o caneco quem fizer mais pontos nesta fase.

Aquidauanense e Comercial também jogam às 15h de domingo no Noroeste para cumprir tabela ou, no máximo, disputar a 4ª posição no Estadual –são 9 pontos para o Colorado e 7 para o Azulão da Princesa.

Jornal Midiamax