Esportes

Repaginado, Guanandizão pode ser reinaugurado em outubro com evento nacional

A tão esperada revitalização no ginásio poliesportivo Avelino dos Reis, o Guanandizão, está prestes a ser finalizada. Com 96% das obras concluídas, a expectativa é que as obras sejam finalizadas no mês de setembro, conforme o diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esportes), Rodrigo Terra. Desta forma, as autoridades estipulam que a reinauguração do ginásio […]

Vinícius Costa Publicado em 28/08/2020, às 15h04 - Atualizado às 15h09

Guanandizão, em Campo Grande, após reforma (Foto: Chico Ribeiro/Subcom Governo MS)
Guanandizão, em Campo Grande, após reforma (Foto: Chico Ribeiro/Subcom Governo MS) - Guanandizão, em Campo Grande, após reforma (Foto: Chico Ribeiro/Subcom Governo MS)

A tão esperada revitalização no ginásio poliesportivo Avelino dos Reis, o Guanandizão, está prestes a ser finalizada. Com 96% das obras concluídas, a expectativa é que as obras sejam finalizadas no mês de setembro, conforme o diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esportes), Rodrigo Terra.

Desta forma, as autoridades estipulam que a reinauguração do ginásio aconteça no mês de outubro. O diretor-presidente não quis dar detalhes sobre o evento que poderá reabrir as portas do Guanandizão, mas destacou que o evento será de âmbito nacional.

“Ainda depende de alguns acertos e principalmente pela questão da pandemia, se a gente vai conseguir fazer o evento com público ou sem público. Estamos em análise, em estudo. Mas a obra pronta é agora para final de setembro e está confirmado”, contou Terra.

O calendário esportivo ainda é incerto para este ano, muito por conta da pandemia do novo coronavírus. Mas depois da reinauguração, a pretensão das autoridades é dar início as oficinas de esportes e colocar o espaço à disposição das federações, dos clubes, estando dentro das liberações conforme a curva de casos e a estabilidade da pandemia em Campo Grande.

Liga das Nações se mantém para 2021

A Liga das Nações de Vôlei continua marcada para junho de 2021. De acordo com Rodrigo Terra, a expectativa era que o evento internacional marcasse a reabertura do Guanandizão, mas com a pandemia e consequentemente o cancelamento da maioria dos eventos, a competição foi reprogramada para o ano que vem nas mesmas datas que estavam propostas para este ano.

“Nós já conseguimos a confirmação dela para o ano que vem, com as mesmas equipes que viriam este ano, no mesmo mês. Então a gente tem confirmado já com a Confederação Brasileira e a Confederação Internacional, Campo Grande como sede de uma das fases que vai ter Brasil, Alemanha, Itália e a Rússia”.

Reforma

A reforma do espaço foi assinada entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Campo Grande. Inicialmente, a obra foi orçada em R$ 2,3 milhões, mas acabou sofrendo um decréscimo e finalizado em R$ 1,8 milhão.

Com a possibilidade de comportar 8.240 pessoas, a quadra interna passou por reforma colocando piso emborrachado e pisos de taco ao redor. As cadeiras foram recoladas e pintadas com novas cores.

O espaço também teve banheiros, lanchonetes, salas administrativas e vestiários revitalizados, instalações de lâmpadas de LED, reforma completa do teto, troca e nova pintura em amarelo, azul, verde e vermelho dos assentos e arquibancadas, além da instalação de novo sistema elétrico e hidráulico. Já no setor externo, as quadras poliesportivas receberam novo alambrado e iluminação. O campo de futebol anexo ao ginásio teve a grama trocada e a caixa de areia, para a prática de vôlei de praia, passou por manutenção. A pista de caminhada e a academia ao ar livre também foram revitalizadas, e o calçamento externo foi totalmente reconstruído.

Jornal Midiamax