Esportes

VÍDEO: Torcida do Galo canta hino homofóbico contra Cruzeiro no Mineirão

No clássico deste domingo (16), entre Atlético Mineiro e Cruzeiro, no Mineirão, a torcida do Galo cantou músicas homofóbicas para ofender os torcedores do Cruzeiro. O grito carregava ameaças à torcida da Raposa usando o nome do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Os atleticanos gritavam no estádio “Ô Cruzeirense, toma cuidado, o Bolsonaro vai matar viado”. […]

Tábata Rauschkolb Publicado em 17/09/2018, às 12h50 - Atualizado às 14h21

Foto:Reprodução/Atlético Mineiro
Foto:Reprodução/Atlético Mineiro - Foto:Reprodução/Atlético Mineiro

No clássico deste domingo (16), entre Atlético Mineiro e Cruzeiro, no Mineirão, a torcida do Galo cantou músicas homofóbicas para ofender os torcedores do Cruzeiro.

O grito carregava ameaças à torcida da Raposa usando o nome do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Os atleticanos gritavam no estádio “Ô Cruzeirense, toma cuidado, o Bolsonaro vai matar viado”.

Vídeos da torcida se espalharam pelas redes sociais, muitos torcedores, tanto atleticanos como de outros times pediram um posicionamento do clube.

Pouco depois da repercussão do caso, o Galo voou alto e respondeu, divulgou em suas redes sociais um vídeo com a #TimeDeTodos, onde afirma que lamenta o ocorrido e repudia qualquer gesto de preconceito.

“O CAM lamenta profundamente as manifestações homofóbicas de parte dos torcedores, no jogo deste domingo, no Mineirão. Reiteramos nosso repúdio a quaisquer gestos de preconceito ou de incitação à violência”

Jornal Midiamax