Esportes

Bulgária, Sérvia, Grécia e Romênia querem apresentar candidatura conjunta à Copa do Mundo de 2030

O primeiro-ministro da Bulgária, Boiko Borisov, anunciou nesta sexta-feira (2), durante entrevista coletiva, que os países balcânicos da Bulgária, Sérvia, Grécia e Romênia pretendem apresentar candidatura conjunta para serem sede da Copa do Mundo de 2030. A decisão foi tomada depois que os primeiros-ministros dos países se reuniram com o presidente sérvio, Aleksandar Vucic. Segu...

Egina Becker Publicado em 02/11/2018, às 13h39 - Atualizado às 13h59

Primeiro-ministro da Bulgária, Boiko Borisov (Foto: Reprodução Youtube)
Primeiro-ministro da Bulgária, Boiko Borisov (Foto: Reprodução Youtube) - Primeiro-ministro da Bulgária, Boiko Borisov (Foto: Reprodução Youtube)

O primeiro-ministro da Bulgária, Boiko Borisov, anunciou nesta sexta-feira (2), durante entrevista coletiva, que os países balcânicos da Bulgária, Sérvia, Grécia e Romênia pretendem apresentar candidatura conjunta para serem sede da Copa do Mundo de 2030.

A decisão foi tomada depois que os primeiros-ministros dos países se reuniram com o presidente sérvio, Aleksandar Vucic.

Segundo Borisov, a Bulgária tem capacidade de seriar os jogos, como exemplo da possibilidade de o país receber tamanha competição, o primeiro-ministro lembrou que recentemente foi sede do Campeonato Mundial masculino de vôlei, juntamente com a Itália.

A imprensa da Bulgária afirmou que o país ainda não tem estrutura para receber a Copa, já que não possui estádios no padrão que a Fifa exige. Entretanto, já dois meses, o primeiro-ministro havia anunciado que o país destinaria 50 milhões de euros para construção de um novo estádio nacional que ficasse à altura da competição.

No final do ano passado a Argentina, o Paraguai e o Uruguai também lançaram, extraoficialmente, candidatura conjunta para sediarem a Copa de 2030.

Jornal Midiamax