Esportes

Portugal goleia Nova Zelândia e avança como líder do grupo

Equipe está nas semifinais da Copa das Confederações

Midiamax Publicado em 24/06/2017, às 18h38

None

Equipe está nas semifinais da Copa das Confederações

Como já era de se esperar, Portugal avançou às semifinais da Copa das Confederações como líder de seu grupo. Neste sábado, os atuais campeões europeus confirmaram o favoritismo e derrotaram com facilidade a frágil Nova Zelândia, por 4 a 0, na Arena Zenit, em São Petersburgo, na Rússia, com gols de Cristiano Ronaldo, Bernardo, André Silva e Nani.

Com o resultado, os portugueses chegaram aos sete pontos ganhos, mesma marca atingida pelo México, que venceu a Rússia, por 2 a 1, de virada, em Kazan. No entanto, os europeus terminaram com a ponta do Grupo A por ter um sado de gols melhor (5 a 2). A Nova Zelândia, por sua vez, se despede do torneio na lanterna da chave, sem ter somado nem sequer um ponto.

Em sua primeira participação na Copa das Confederações, Portugal agora aguarda a última rodada do Grupo B, neste domingo, para conhecer seu adversário nas semifinais, que será o segundo colocado da chave. É provável, porém, que encare Chile ou Alemanha na fase subsequente – europeus e sul-americanos dividem a liderança da chave, com quatro pontos -, na quarta-feira, às 15 horas (de Brasília), na Arena Kazan.

O jogo

A seleção portuguesa começou com dificuldades para chegar na meta do goleiro Marinovic, protegido por três zagueiros e uma marcação alta da Nova Zelândia. Sem espaços no meio-campo, os campeões europeus passaram a tentar criar pelas laterais.

A estratégia surtiu efeito. Aos 25 minutos, após cruzamento da esquerda, Cristiano Ronaldo subiu mais alto que o zagueiro e testou firme, no travessão. A bola pelo alto voltou a incomodar os neozelandeses pouco depois, aos 32, quando Danilo foi derrubado dentro da área. Na cobrança, Cristiano Ronaldo bateu forte no canto esquerdo, deslocando Marinovic.

Mais à vontade em campo, Portugal se lançou ao ataque para ampliar o placar. E o fez. Aos 37 minutos, Quaresma lançou Eliseu em profundidade pela esquerda, o lateral tocou para o meio da área para Bernardo Silva tocar para o gol, levando sua equipe em boa vantagem para o intervalo.

Buscando diminuir o prejuízo, a Nova Zelândia tentou pressionar nos primeiros minutos da segunda etapa. Aos 12, Doyle cruzou rasteiro da direita, a bola cruzou a área e, no segundo pau, Wood finalizou de carrinho para ótima defesa de Rui Patrício, que salvou Portugal de levar o primeiro gol.

A seleção portuguesa, querendo aumentar seu saldo de gols, acordou e foi para cima. Em dois lances, Cristiano Ronaldo e André Silva esbarraram nas excelentes intervenções do arqueiro Marinovic, melhor jogador neozelandês na partida. Em lance cruel, o zagueiro Pepe deu solada em atacante adversária e foi advertido com cartão amarelo, virando desfalque para as semifinais. Pouco depois, o técnico Fernando Santos poupou Cristiano Ronaldo e colocou Nani na equipe.

Aos 37 minutos, André Silva, em bela jogada individual, invadiu a área e bateu no ângulo direito de Marinovic, anotando o terceiro de Portugal, que deu números finais à partida aos 45, quando Nani saiu livre na esquerda e chutou forte, cruzado.

Jornal Midiamax