Esportes

Palmeiras domina Coritiba, se segura em 1º e pressiona Fla

Palmeiras tem 54 pontos 

Clayton Neves Publicado em 24/09/2016, às 20h58

None
palmeirascoritibadjalmavassaogp.jpg

Palmeiras tem 54 pontos 

O Palmeiras entrou em campo neste sábado pressionado a ter de vencer para não correr o risco de ver o Flamengo assumir a liderança no domingo, mas vai dormir com a consciência tranquila, sem receio de perder a ponta e, de quebra, transferiu toda a responsabilidade por uma vitória aos cariocas, se quiserem continuar na cola do Verdão. Depois de um primeiro tempo decepcionante, o alviverde se encontrou na etapa final e, apesar de ter sofrido mais do que esperava, fez 2 a 1 no Coritiba, para delírio de pouco mais de 30 mil pessoas que foram ao Palestra Itália nesta tarde.

Assim, o time de Cuca fecha a 27ª rodada do Campeonato Brasileiro com 54 pontos. O máximo que o rubro-negro pode fazer, se superar o Cruzeiro, são 53. Enquanto isso, o Coxa estaciona nos 33 pontos e segue apenas na 13ª colocação, o que não é tão lamentado em Curitiba, já que a equipe até pouco tempo atrás era integrante da zona de rebaixamento.

Todo esse cenário seria inimaginável se o Palmeiras não mudasse drasticamente de postura no intervalo do confronto. Cuca até quis inovar colocando Roger Guedes na na vaga de Gabriel, suspenso, e deixou o jogador revezando com Dudu nas armações das jogadas, enquanto Erik e Gabriel Jesus eram as referências. Não deu certo. O time finalizou uma única bola no alvo já nos acréscimos.

Então, o técnico decidiu sacar Erik e apostar em Leandro Banana. Talvez nem Cuca esperasse uma resposta positiva tão rápida. Em 2 minutos o Palmeiras chegou com perigo três vezes. Em uma delas, Jesus acertou o travessão de cabeça. Logo em seguida, não teve jeito. Dudu alçou outra bola na área, Vitor Hugo resvalou e Leandro Banana ganhou de Wilson no alto para marcar. O goleiro reclamou muito de falta, mas o árbitro nem deu atenção.

O Coxa, que pouco ultrapassava a linha do meio campo, sentiu o gol. E o Palmeiras, inflamado por sua torcida, que trocou a impaciência pelo apoio incondicional, passou a ser perigoso em praticamente todos os ataques. Mas, o segundo gol veio depois de nova bola parada. Desta vez, porém, nada de jogar no miolo.

Dudu rolou para Egígio, que acionou Moisés no meio. O volante deu de primeira para Roger Guedes, que entrou em velocidade e cruzou para a pequena área. Tudo muito bem ensaiado, em toques rápidos. O zagueirão Mina só teve o trabalho de empurrar para as redes. Golaço!

Para dar ares de drama no jogo, Vitor Hugo e Jailson bateram cabeça pelo alto e deixaram a bola limpa para Iago, que só teve o trabalho de bater para o gol vazio. 2 a 1 e alguns minutos de apreensão, mas, nada que mudasse o rumo da história. Vitória do Palmeiras, 10º jogo de invencibilidade no Brasileirão, 18ª rodada seguida na liderança e pressão em cima do Flamengo até este domingo.

Na próxima rodada, sem Dudu, que levou o terceiro amarelo, a equipe alviverde visita o Santa Cruz, em Pernambuco, segunda-feira, às 20h00. Antes, o Palmeiras abre as quartas de final da Copa do Brasil contra o Grêmio, nesta quarta, em Porto Alegre, às 21h45, mas com Dudu à disposição.

Enquanto isso, o Coritiba visita o Belgrano, em Córdoba, na Argentina, pelo segundo jogo das oitavas de final da Copa Sul-americana depois de ter perdido em casa por 2 a 1. No Brasileirão, os paranaenses voltam a campo também na segunda, às 21 horas, quando recebem o América-MG no Couto Pereira.

Jornal Midiamax