Esportes

Flamengo se recupera, bate o Inter e segue colado no G-4 do Brasileiro

1 a 0

Diego Alves Publicado em 30/06/2016, às 02h50

None
jogadores-do-flamengo-comemoram-gol-contra-o-internacional-pelo-brasileirao-1467245328100_615x300.jpg

1 a 0

O Flamengo se recuperou da derrota no clássico para o Fluminense e venceu o Internacional por 1 a 0, nesta quarta-feira (29), em Cariacica (ES). Ederson fez o gol do importante triunfo carioca. Com 20 pontos, o time do técnico interino Zé Ricardo pulou para o 5º lugar e permanece colado no G-4 do Campeonato Brasileiro.

No próximo domingo (3), o Flamengo visita o Corinthians, às 16h, em São Paulo. Já os gaúchos completaram quatro jogos sem vencer, mas somam 20 pontos e ocupam a 4ª posição. O Colorado também volta a campo no domingo, às 11h, em clássico contra o Grêmio, no Beira-Rio.

O atacante Paolo Guerrero ainda não apresentou o futebol que os torcedores do Flamengo esperam. No entanto, o camisa 9 voltou diferente da disputa da Copa América Centenário nos Estados Unidos. O peruano aparentemente está mais ligado e tem desempenhado bem a função de pivô. Ele participou de maneira fundamental no gol marcado por Ederson.

Quem vacilou: Fernando Bob

O volante do Internacional abusou das jogadas violentas e foi punido com o cartão amarelo ainda no primeiro tempo. Além da força desproporcional na marcação, ele não conseguiu desempenhar bem o papel no meio de campo colorado e foi um dos piores em mais um revés no Brasileirão.

Logo no início do jogo, os refletores do estádio Kleber Andrade sofreram um apagão. A falta de energia elétrica preocupou os dois times, mas foi resolvida rapidamente. Durou apenas cinco minutos.

O Flamengo abriu o placar com Ederson, de cabeça, aos 18min do primeiro tempo. O lance que antecedeu ao tento rubro-negro foi curioso. Por muito pouco, o lateral-esquerdo Jorge não balançou as redes ao cabecear de fora da área. William salvou em cima da linha.

Fla domina 1º tempo e explora contragolpes na segunda etapa

Os cariocas estiveram melhores no primeiro tempo. O Flamengo fez um gol e poderia até ter resolvido o jogo nos 45 minutos iniciais. Como de costume nas últimas partidas, o time recuou na segunda etapa e se posicionou para explorar os contragolpes. Mesmo assim, o Rubro-negro teve chances para ampliar. Guerrero comandou o ataque e deu trabalho.

Muriel impede vitória elástica do Flamengo

O Internacional pouco produziu na partida. Os gaúchos sofreram com um setor de meio de campo desorganizado e foram raras as chances criadas. A defesa também esteve em uma noite infeliz. A exceção foi o goleiro Muriel, responsável por ao menos três intervenções que impediram um triunfo elástico do Rubro-negro.

Jornal Midiamax