Esportes

Weidman lembra de TRT na pesagem e bate boca com Belfort

Após se pesarem, os dois lutadores se encararam e bateram boca

Diego Alves Publicado em 22/05/2015, às 22h55

None
02weidmanencarabelfortjoshhedgeszuffallcgetty.jpg

Após se pesarem, os dois lutadores se encararam e bateram boca

O brasileiro Vitor Belfort realmente não consegue se livrar da eterna polêmica sobre Tratamento de Reposição de Testosterona (TRT). Mesmo sem fazer uso disso há mais de um ano, o brasileiro teve que ouvir provocação sobre o assunto nesta sexta-feira, véspera da luta contra Chris Weidman, que vale o cinturão dos pesos médios. Após a pesagem para o combate do UFC 187, em Las Vegas, o americano lembrou do assunto e pegou pesado para provocar Belfort.

Após se pesarem, os dois lutadores se encararam e bateram boca cara a cara. Instantes depois, Weidman foi perguntado sobre o que disse para Belfort naquele momento e repetiu no microfone: “eu sou dez anos mais novo do que ele, mas ele está com mais testosterona no corpo. Ele está trapaceando aos 38 anos e vou fazer ele pagar por isso”, afirmou, referindo-se aos resultados dos últimos exames antidoping, que mostraram mais testosterona no corpo do brasileiro – antigamente Belfort alegava ter deficiência nesta substância para poder usar TRT.

Também houve provocação na pesagem da luta principal do UFC 187. Anthony Johnson e Daniel Cormier vão lutar pelo cinturão dos meio-pesados e fizeram uma encarada normal. Mas Cormier tentou esquentar o clima, dizendo “Johson sabe que não é bom o suficiente para vencer”. A resposta ficou no ar: “Cormier tem a opinião dele, mas veremos o que acontecerá amanhã”.

Belfort não foi o único brasileiro que discutiu durante a pesagem. O peso médio Rafael Sapo até foi empurrado após bater boca com o promissor Uriah Hall. Depois, em entrevista ao canal Combate, ele disse que sequer entendeu qual foi a provocação do seu adversário.

A parte mais bonita do Brasil apareceu entre as ring girls: Luciana Andrade estava entre as cinco modelos que subiram no palco da pesagem, ao lado de Arianny Celeste, Brittney Palmer, Chrissy Blair e Vanessa Hanson.

Quase todos atletas conseguiram bater peso nas suas categorias. A exceção foi Nina Ansaroff, colega de treino da brasileira Amanda Nunes, que até acompanhou ela na pesagem. A americana ficou com dois quilos a mais do que sua categoria permite e terá que entrar em acordo financeiro para fazer a luta – sua adversária, Rose Namajunas, certamente ganhará parte da bolsa dela para aceitar o combate.

Veja os pesos dos lutadores do UFC 187:

Anthony Johnson (92,9 kg) x Daniel Cormier (93 kg)

Chris Weidman (83,9 kg) x Vitor Belfort (83,4 kg)

Donald Cerrone (70,7 kg) x John Makdessi (70,5 kg)

Travis Browne (107,3 kg) x Andrei Arlovski (109,3 kg)

Joseph Benavidez (57,9) x John Moraga (57,2 kg)

John Dodson (56 kg) x Zach Makovsky(57,2 kg)

Dong Hyun Kim (77,3 kg) x Josh Burkman (77,3 kg)

Uriah Hall (84,4 kg) x Rafael Sapo (84,1 kg)

Rose Namajunas (52,6 kg) x Nina Ansaroff (54,4 kg)

Mike Pyle (77,6 kg) x Colby Covington (77,3 kg)

Islam Makhachev (70,5 kg) x Leo Kuntz (70,5 kg)

Justin Scoggins (57,2 kg) x Josh Sampo (57,2 kg)

Jornal Midiamax