Esportes

Tite admite pênalti em clássico e reclama de trio de quarta

Técnico disse que daria pênalti mas reclamou de expulsão

Midiamax Publicado em 11/08/2015, às 23h32

None
titesonoesfregamaoalexandre-schneidergetty.jpg

Técnico disse que daria pênalti mas reclamou de expulsão

O técnico Tite teve se preocupar menos com o time e mais com a arbitragem na entrevista desta terça-feira no CT Joaquim Grava. O treinador do Corinthians não só teve que voltar ao polêmico lance de Uendel no clássico contra o São Paulo , afirmando que de fato foi pênalti, como também comentou sobre o fato de o trio de arbitragem para o jogo contra o Sport , nesta quarta-feira, ser de origem paulista.

“Se eu fosse árbitro, eu dava pênalti no lance do Corinthians. Dei minha palavra que falaria depois, estou falando. O campeonato nos tirou pênaltis lá atrás, e agora nos deu”, afirmou Tite.

O lateral Uendel colocou a mão na bola após chute de Wesley durante o duelo contra o São Paulo no Morumbi no último domingo, mas o árbitro Leandro Pedro Vuaden mandou a jogada seguir. O treinador havia evitado falar após o jogo, afirmando que não havia visto o lance.

Apesar de admitir que foi beneficiado, Tite também criticou Vuaden, afirmando que a expulsão de Felipe também foi injusta.”Nem falta foi do Felipe. No lance da falta ele tirou a bola na velocidade e na força”, criticou.

“Torço muito para a arbitragem fazer um grande jogo. É uma insensibilidade de quem comanda, não há necessidade. Há uma série de árbitros de outros estados que poderiam evitar esse falar no dia anterior. Gera pressão. Temos de cuidar dos atletas, jogo, e não falar de árbitros”, reclamou o treinador.

Felipe fica

O técnico também comentou sobre as especulações sobre a possível saída do zagueiro Felipe, na mira do Napoli. De acordo com Tite, não há chance de seu defensor titular ser negociado neste momento. “O Edu (Gaspar) que já colocou para mim que não tem absolutamente nada sobre isso. O Corinthians não tem intenção de abrir mão dos seus atletas”, disse o técnico.

Felipe teria recebido uma proposta de R$ 19 milhões para se transferir para a Itália. O Corinthians estaria disposto a vender por no mínimo R$ 22 milhões. De acordo com Tite, a sondagem foi feita no início do mês. “Já faz dez dias. Já passou, reagiu, absorveu. Já passou esse assunto”, comentou.

O técnico ainda teve que comentar as críticas do Sport sobre o trio de arbitragem para quarta. A equipe pernambucana reclamou que Luiz Flavio de Oliveira e os assistentes Alex Ang Ribeiro  e Miguel Caetano Ribeiro da Costa são paulistas. Tite concordou com as afirmações, dizendo que faltou sensibilidade para a CBF.

Jornal Midiamax