Esportes

Guerrero e novato marcam, e Fla despacha Náutico

O Flamengo conseguiu ter bons momentos

Diego Alves Publicado em 16/07/2015, às 02h29

None
jorgefestejagolflaademarfilhofp.jpg

O Flamengo conseguiu ter bons momentos

Jorge e Paolo Guerrero. Um, jovem e talentosíssimo lateral esquerdo, considerado grande joia da base rubro-negra. Outro, renomado e não menos competente atacante, já contratado com status de estrela. Ambos? Potenciais ídolos na Gávea. Foram eles que classificaram o Flamengo às oitavas de final da Copa do Brasil , nesta quarta-feira, na Arena Pernambuco. Diante de um perigoso Náutico e pressionado pelo empate por 1 a 1 no jogo de ida, no Maracanã , a equipe carioca precisou contar com o brilho dos dois atletas para vencer por 2 a 0 e passar de fase no torneio nacional. Jorge e Guerrero marcaram uma vez cada, e o Flamengo se classificou no Nordeste.

Os dois gols do time comandado por Cristóvão Borges foram anotados no segundo tempo. E não teriam valido de nada se não fosse o goleiro César, que teve grande atuação e barrou praticamente todas as investidas dos mandantes também depois do intervalo. Agora, o adversário rubro-negro nas oitavas de final da Copa do Brasil será conhecido apenas depois de sorteio – que contará, inclusive, com os times que jogaram a Libertadores neste ano e com o Fluminense , sexto melhor posicionado do último Brasileiro.

Náutico e Flamengo fizeram uma partida equilibrada, intensa, brigada, mas com grandes emoções apenas no segundo tempo. O time rubro-negro foi superior antes do intervalo. Porém, só assustou em finalizações de média distância de Guerrero e Sheik. O grande fato da primeira etapa foi, sem dúvidas, a lesão do volante Jonas, que sofreu luxação no cotovelo direito e teve de dar lugar a Marcelo Cirino.

Com três atacantes em campo, o Flamengo conseguiu ter bons momentos ofensivos mesmo sem um armador clássico e chegou ao gol logo no início do segundo tempo. Coube ao jovem lateral esquerdo Jorge completar para as redes linda triangulação de Sheik e Everton. Foi o primeiro gol do jogador de 19 anos no profissional, após seis jogos – o que o fez chorar copiosamente na comemoração.

Com a vantagem, o Flamengo passou a ter tranquilidade suficiente para recuar e apostar nos contragolpes para tentar ampliar o placar. Guerrero, Sheik, Marcelo Cirino e Everton encontraram bastante espaço na retaguarda pernambucana, e foi assim que o time carioca fez o segundo. Depois de o goleiro César salvar tudo lá atrás e frustrar o início de uma pressão pernambucana, Guerrero aproveitou linda assistência de Marcelo Cirino e garantiu a vaga ao Flamengo. Que venham as oitavas!

Jonas preocupa!

Os flamenguistas levaram um grande susto aos 31min do primeiro tempo. Titular absoluto e “dono” da cabeça de área rubro-negra na temporada, o volante Jonas caiu de mal jeito sobre o braço direito após dividida no alto e foi imediatamente substituído por Cristóvão Borges. O “Schweinsteiger do Maranhão,” como é conhecido, sofreu luxação e acabou encaminhado ao Hospital Santa Joana, em Recife, com suspeita de fratura no cotovelo. Preocupação para o os próximos jogos!

E o Guerrero?

Baixa na derrota por 3 a 0 ao Corinthians no último fim de semana por questões contratuais, Paolo Guerrero fez a sua segunda partida com a camisa do Flamengo nesta quarta-feira. E que estrela tem o peruano, hein? Ele brilhou como na estreia pela equipe rubro-negra , na qual anotou gol e deu assistência diante do Inter, e foi muito bem. Diante do Náutico, Guerrero novamente comandou o ataque flamenguista e assustou o goleiro Julio Cesar com finalizações de média distância. Para coroar, balançou as redes após assistência de Marcelo Cirino no segundo tempo e chegou ao segundo gol em dois jogos no clube carioca. No fim, deu até para perder chance com a meta escancarada e dar risada. Que fase do Guerrero!

Náutico 0 x 1 Flamengo – 6min do segundo tempo – Everton recebeu de Emerson na área e cruzou para Jorge. O lateral dominou e chutou forte, sem chances para o goleiro.

Náutico 0 x 2 Flamengo – 31min do segundo tempo – Marcelo Cirino puxou contra-ataque pela direita e cruzou para Guerrero marcar.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO X FLAMENGO

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)

Data: 15 de julho de 2015 (quarta-feira)

Horário: 22 horas (de Brasília)

Público: 16.744 pagantes

Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)

Assistentes: Luis Carlos Câmara Bezerra (RN) e Lourival Cândido das Flores (RN)

Cartões Amarelos: Fillipe Soutto (Náutico); Cáceres, Jorge, Everton, Emerson, Pará, Marcelo Cirino (Flamento)

NÁUTICO: Julio Cesar, Guilherme (Josimar), Flávio, Fabiano Eller e Fillipe Soutto; João Ananias, Willian Magrão, Marino e Rogerinho (Renato); Douglas e Stéfano Yuri (Bergson)

Técnico: Lisca

FLAMENGO: Cesar, Pará, Wallace, Marcelo e Jorge; Cáceres (Márcio Araújo), Jonas (Marcelo Cirino), Héctor Canteros e Everton (Arthur Maia); Emerson Sheik e Paolo Guerrero

Técnico: Cristóvão Borges

Jornal Midiamax