Esportes

Com golaço, São Paulo bate Chapecoense e embala na Série A

O São Paulo assume a liderança provisória 

Diego Alves Publicado em 13/06/2015, às 21h09

None
sp.jpg

O São Paulo assume a liderança provisória 

Depois de um começo de ano turbulento, o São Paulo parece, enfim, ter encontrado a calmaria. Neste sábado, jogando na Arena Condá, o clube paulista não fez aquela partida de encher os olhos dos torcedores contra a Chapecoense , mas conseguiu vencer e embalar sua terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro . Souza, logo no começo, acertou um lindo chute de fora da área e garantiu o 1 a 0 para os comandados pelo colombiano Juan Carlos Osorio.

Com o triunfo, o São Paulo assume a liderança provisória do Campeonato Brasileiro, somando 16 pontos, contra 15 do Atlético-PR , que ainda entra em campo neste domingo contra o Grêmio , em Porto Alegre. Já a Chapecoense conhece sua primeira derrota atuando em seus domínios e segue estacionada na nona posição, com nove pontos, podendo ainda perder quatro posições no final da sétima rodada.

Juan Carlos Osorio, que comandou pela segunda vez o São Paulo, fez algumas alterações na equipe e entrou apenas com Michel Bastos na armação e Luís Fabiano no ataque. O meio de campo foi formado por Hudson, Souza, Thiago Mendes e Carlinhos, que foi adiantado pelo colombiano.

As alterações do técnico são-paulino surtiram efeito na marcação, mas deixou a desejar na parte ofensiva. Assim, as equipes fizeram um primeiro tempo fraco tecnicamente em Santa Catarina. Com muitos erros de passes dos dois lados e com poucas emoções, apenas um lance individual seria capaz de mudar o panorama da partida.

E aconteceu. Com cinco minutos de jogo, Souza dominou na intermediária e mandou um foguete, no ângulo, sem chances para o goleiro Danilo. A Chapecoense até tentou responder, mas, nas poucas chances que teve, parou na atuação segura de Rogério Ceni.

Na etapa final, o São Paulo sofreu com lesões e Osorio foi obrigado a mudar o esquema tático da equipe. Reinaldo, que estava na lateral esquerda, sofreu com problemas muscalares e acabou substituído por Alexandre Pato. Assim, Carlinhos foi recuado para sua posição de origem. Porém, o camisa 6 também sentiu uma lesão e deu lugar ao jovem Auro, que ficou improsivado na vaga. As alterações, ainda teve Wesley no lugar de Hudson, não surtiram efeito e o clube do Morumbi continuou sem poder ofensivo.

Para sorte tricolor, e mérito do setor defensivo armado por Osorio, a Chapecoense também não conseguia evoluir na armação das jogadas e pouco assustou o São Paulo até o apito final do árbitro.

Chapecoense 0 x 1 São Paulo – 5min do primeiro tempo

Souza ajeitou pela meia-direita, arriscou de muito longe e acertou lindo chute, no ângulo, sem chances para o goleiro.

Jornal Midiamax