Esportes

Chile se inspira em jogo contra Brasil na Copa para vencer

Sampaoli comandou o Chile à vitória nesta quinta-feira

Gerciane Alves Publicado em 12/06/2015, às 12h40

None
chile.jpg

Sampaoli comandou o Chile à vitória nesta quinta-feira

A dramática derrota para o Brasil nos pênaltis pelas oitavas de final da Copa do Mundo de 2014 não sai da cabeça do técnico do Chile, o argentino Jorge Sampaoli. Ele admitiu que armou sua equipe contra o Equador , nesta quinta-feira, na estreia da Copa América , da mesma forma que fez contra o time verde e amarelo, há um ano, em Belo Horizonte.

“Praticamos um jogo parecido como contra o Brasil: com Valdívia e Vidal por trás, com os laterais subindo e ganhando o meio-campo. Só que os gols acabaram por não sair logo. No segundo tempo mudamos para jogar com Valdívia mais atrás, buscando chegar mais ao gol”, afirmou.

Se não vai poder contar com Martín Fernandez no jogo de segunda-feira contra o México, também no Estádio Nacional, Sampaoli ganha um Eduardo Vargas mais motivado depois do gol marcado na partida desta quinta-feira: “vamos tê-lo mais animado e mais presente nos próximos jogos”, disse.

O técnico declarou que o resultado foi justo e que foi normal a reação do Equador quando o Chile se perdeu um pouco, principalmente depois do gol de Vidal. “O importante é termos ganhado o jogo. Não sei se com o espetáculo que esperavam os torcedores, mas com a justiça do que se viu dentro de campo”, disse.

Sobre seu próximo rival, Sampaoli afirmou que é um time muito duro, que luta muito durante todo o jogo e que vai ser preciso que Chile esteja mais preciso e para isso vai confiar em Alexis Sanchez: “tenho certeza que ele vai ser um dos protagonistas da Copa América”, disse.

Jornal Midiamax