Esportes

CBF vai convocar Mano, Falcão, Luxemburgo, Felipão e outros para ajudar Dunga

A entidade criou um conselho para debater 'assuntos ligados' à seleção brasileira

Clayton Neves Publicado em 02/07/2015, às 13h35

None
alx_marco-polo-del-nero_-20150609-0004_original.jpeg

A entidade criou um conselho para debater ‘assuntos ligados’ à seleção brasileira

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) emitiu portaria nesta quinta-feira (2), assinada pelo presidente Marco Polo del Nero, para criar o Conselho de Desenvolvimento Estratégico do Futebol Brasileiro. O grupo de trabalho, formado por técnicos, ex-jogadores e jornalistas, vai debater “assuntos ligados” à seleção brasileira. O Conselho foi proposto em reunião entre Del Nero, o coordenador da seleção Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga, o secretário-geral da CBF Walter Feldman e mais cinco cindo diretores da entidade. A ideia é reunir, no grupo, ex-técnicos da seleção principal, treinadores de clubes, atletas campeões mundiais, jornalistas e profissionais de saúde esportiva.

“Precisamos entender a visão destes profissionais sobre a origem dos problemas e lutar para solucioná-los. Temos de pensar no futuro. É fundamental que a sociedade seja nossa parceira para elaborar um plano de ações estratégicas para melhorar o cenário do futebol brasileiro”, disse Del Nero. A primeira reunião do conselho está marcada para a próxima segunda-feira e a expectativa é de que sejam realizados dois encontros por mês.

“Queremos ouvir as opiniões de todos os ex-treinadores da seleção, o Falcão, o Mano Manezes, todos eles que tiveram passagem pelo time, para saber onde podemos melhorar. Em um segundo passo, vamos chamar todos os treinadores do futebol brasileiro e profissionais da imprensa também”, disse Rinaldi.

A meta do Conselho é conseguir “o mais rápido possível um diagnóstico” do que causa a queda do rendimento do futebol brasileiro, e não só da seleção, provocando intercâmbio sobre possibilidades de estilo de jogo, modelos de disputa e trocas de informações técnicas. A CBF quer também que as informações obtidas a partir das reuniões sejam compartilhadas com os clubes e suas categorias de base.

Jornal Midiamax