Cotidiano / Emprego & Concurso

Ano começa com 60 vagas de estágio para aquecer mercado da tecnologia em MS

Em parceria com faculdade Insted, Digix é uma das empresas que oferece oportunidades com bolsa de R$ 1,5 mil

Da Redação Publicado em 12/01/2022, às 11h24

None
(Foto: Divulgação)

O setor de tecnologia da informação é um dos mais promissores do mercado, mas sofre há anos com déficit de mão de obra, sobretudo no Brasil. Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), em 2019 havia cerca de 30 mil vagas em aberto no segmento. Em 2021, esse número dobrou apenas nos seis primeiros meses do ano e a projeção não é das melhores, a Brasscom prevê que até 2024 esse déficit deve alcançar 290 mil. 

De olho nesse cenário, a Digix, empresa de tecnologia com mais de duas décadas de atuação, ao lado de outras cinco empresas do setor firmaram uma parceria com a faculdade Insted e o curso técnico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas para o programa Start Tec. O objetivo é a formação teórica e prática dos participantes para o mercado de trabalho e, para isso, 60 acadêmicos da graduação serão selecionados e direcionados para estágio nessas empresas no primeiro semestre de 2022.

Os interessados passarão por um processo seletivo e cada uma das empresas participantes proporcionará todo suporte prático a 10 estagiários. Os selecionados ganharão uma bolsa mensal no valor de R$1500 e suas mensalidades serão pagas pelas empresas onde cada um dos acadêmicos trabalharão. Além da Digix, os aprovados poderão atuar também na AZ Tecnologia, Grupo Imagitech, Mil Tech Soluções em Tecnologia, PSG Tecnologia Aplicada e Infortech.

Para Suely Almoas, CEO da Digix, poder receber esses acadêmicos é uma iniciativa que beneficia não só os estudantes, mas também ajuda a fomentar o mercado que, cada dia mais, exige profissionais preparados. "Dar essa oportunidade, alimenta um ciclo do bem. Com mais pessoas qualificadas trabalhando, o setor melhora e, assim, cada vez mais soluções em tecnologia podem ser criadas para facilitar o dia a dia de pessoas no mundo todo", afirma.

Neca Chaves Bumlai, diretora da faculdade Insted, acredita que uma das vantagens do Start Tec, além de dar a oportunidade de ingressar em uma profissão tão promissora, é o fato de que o acadêmico poderá iniciar a graduação e o estágio no mesmo período, no primeiro semestre, o que promove o aprendizado na prática em empresas da área de tecnologia, nas quais os estagiários podem, inclusive, ter ascensão na carreira.

Vagas

Para conseguir a vaga de estágio, o candidato deve estar matriculado no primeiro semestre da graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da faculdade Insted em 2022. Os inscritos realizarão uma prova objetiva de caráter eliminatório contendo questões de matemática e de raciocínio lógico. Serão classificados para a próxima etapa do programa os acadêmicos que tirarem ao menos 8,0 na prova escrita. As etapas finais do processo seletivo serão compostas de prova de aptidão e entrevista comportamental.

O curso de Análise e Desenvolvimento de Sistema tem duração de dois anos e meio, com aulas presenciais no período noturno. Para mais informações, acesse www.insted.edu.br.

(Informações da assessoria)

Jornal Midiamax