Cotidiano / Emprego & Concurso

Neste domingo, 151 pessoas tentam residência médica de R$ 11,6 mil em Campo Grande

Em Campo Grande, 151 pessoas participam de processo seletivo para Programa de Residência Médica em Saúde da Família e Comunidade.

Dândara Genelhú Publicado em 07/02/2021, às 10h46 - Atualizado às 10h51

Foto: Reprodução/ Prefeitura de Campo Grande.
Foto: Reprodução/ Prefeitura de Campo Grande. - Foto: Reprodução/ Prefeitura de Campo Grande.

Em Campo Grande, 151 pessoas participam de processo seletivo para Programa de Residência Médica em Saúde da Família e Comunidade. Candidatos de 18 estados concorrem a 40 vagas, com bolsa de remuneração de R$ 11.685,80.

As provas são aplicadas pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) em parceria com a Friocruz (Fundação Oswaldo Cruz). Devido á pandemia do coronavírus, as provas foram aplicadas em salas com lotação máxima de 30% da capacidade normal e cada carteira foi marcada para manter o distanciamento no piso.

Assim, os candidatos são do próprio estado e do Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Presente antes do fechamento dos portões, o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, disse que Campo Grande aumentou de 33% para 75% na cobertura estratégica de saúde da família. “Estes profissionais que estão entrando agora certamente serão protagonistas de todo esse processo”, disse.

O gabarito será divulgado na segunda-feira (8), em portal online. Para os aprovados, as matrículas deverão ser feitas entre os 22 e 23 deste. O início das aulas é estimado para 1º de março e os residentes atuarão em uma das unidades do Liaps (Laboratório de Inovação da Atenção Primária à Saúde).

Jornal Midiamax