Cotidiano / Emprego & Concurso

Indústria de celulose oferece bolsa e tem 250 vagas para curso em MS

Metade dos formandos do curso será contratada em Ribas do Rio Pardo, cidade que recebe nova fábrica de celulose

Mylena Rocha Publicado em 18/08/2021, às 10h28

None
Divulgação/Suzano

Quem já está de olho nas vagas de emprego em Ribas do Rio Pardo, cidade que recebe a construção de uma nova fábrica de celulose em Mato Grosso do Sul, deve ficar atento. Localizada a 97 quilômetros da Capital, a cidade chama a atenção pela geração de empregos — somente para a construção da fábrica serão 10 mil vagas. Para quem já está interessado, a primeira oportunidade surge com o curso de formação profissional, com bolsa de R$ 350 e alimentação pagas. Os candidatos de outras cidades recebem até alojamento. 

Segundo informações divulgadas pela Suzano, são 250 vagas em quatro cursos: Iniciação Profissional Ajudante Florestal; Iniciação Profissional Operador de Máquinas Agrícolas; Qualificação Profissional Mecânico Comboísta; e Iniciação Profissional Motorista de Veículos de Cargas em Geral. As formações serão realizadas em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e as inscrições seguem até o dia 30 de agosto, no site. 

O curso será intenso, de segunda a sexta, com 8 horas diárias de capacitação, com aulas práticas e teóricas. Os alunos recebem bolsa-auxílio de R$ 350, alimentação e certificado. Para pessoas de outras cidades, a empresa também vai oferecer estadia em alojamento. Cerca de 50% dos formandos dos cursos poderão ser contratados para trabalhar na operação de silvicultura da Suzano em Ribas do Rio Pardo.

Para se inscrever na formação de Iniciação Profissional Ajudante Florestal, é necessário ter ensino fundamental incompleto. Já para a Iniciação Profissional Operador de Máquinas Agrícolas, candidatos e candidatas precisam ter ensino fundamental incompleto e conhecimento em Operações de Máquinas Agrícolas.

Para Qualificação Profissional Mecânico Comboísta, os pré-requisitos são: ensino fundamental incompleto e CNH (Carteira Nacional de Habilitação) na categoria C ou D. Já para o curso Iniciação Profissional Motorista de Veículos de Cargas em Geral, as pessoas interessadas devem possuir ensino fundamental incompleto e CNH na categoria C ou acima.

Jornal Midiamax