Cotidiano / Emprego & Concurso

Candidatos não conseguem acessar site para inscrição em concurso do TRT e órgão diz que não haverá prorrogação

Várias pessoas que tentam se candidatar no concurso do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) do Mato Grosso do Sul, que corresponde à 24ª região, estão com dificuldade na hora de fazer a inscrição. Esta quinta-feira (31) é o último dia e o site da Fundação Carlos Chagas, www.concursosfcc.com.br não está acessível para alguns pretendentes. Em contato […]

Arquivo Publicado em 30/12/2010, às 14h56

None

Várias pessoas que tentam se candidatar no concurso do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) do Mato Grosso do Sul, que corresponde à 24ª região, estão com dificuldade na hora de fazer a inscrição. Esta quinta-feira (31) é o último dia e o site da Fundação Carlos Chagas, www.concursosfcc.com.br não está acessível para alguns pretendentes.

Em contato com a Fundação Carlos Chagas, responsável pela organização das inscrições, atendentes não puderam identificar a causa do problema e disseram que para a imprensa ter uma resposta era necessário o envio de um e-mail onde a resposta seria enviada no mesmo. Também não foi dito nenhum telefone para contato com a referida assessoria.

Pela questão de tempo, o pedido não foi feito, porém leitores que entraram em contato com nossa redação disseram que, segundo a fundação, a indisponibilidade acontece somente a clientes que usam o provedor da Oi. A suspeita é de que o incêndio no prédio da empresa em Salvador, que atingiu a torre, no dia 21 deste mês, possa estar afetando no acesso.

Realmente, leitores que usam provedores de outras empresas alegaram que conseguem acessar o endereço virtual normalmente. Segundo a assessoria de imprensa da Oi, a empresa oferece apenas acesso à internet e o problema pode estar com os provedores. “O problema não é com a Oi, nós atendemos em vários provedores, sendo que somente o Brasil Telecocom (Brt) é da Oi. Pode ser que algunas provedores, de fato, possam estar com problemas devido a quantidade de acessos na página”, esclarece a assessoria.

Com relação à prorrogação das inscrições o presidente da Comissão de Concurso do Tribunal Regional Eleitoral, em Campo Grande, Renato da Fonseca Lima, disse que não existe a possibilidade de prorrogação. Ele explicou que toda a arrecadação com a taxa das inscrições deve ser feita no ano de 2010, e isso impossibilita o adiamento do prazo final.

Ainda segundo o presidente, há um item no edital que esclarece argumentos com problemas como esse. “No edital consta que a fundação nem o TRT devem ser responsabilizados ou cobrados no que condiz a problemas técnicos”, finaliza.  (material editado às 13h20)

Jornal Midiamax