Cotidiano / Economia

Exportação de produtos industrializados de MS ultrapassou US$ 4,3 bilhões em 2021

Receita atingiu marca histórica de exportação industrial no Estado

Exportação de produtos de frigorífico estiveram entre as mais citadas na receita.
Exportação de produtos de frigorífico estiveram entre as mais citadas na receita. - (Foto: Divulgação/FIEMS)

A receita de exportação de produtos industrializados no Mato Grosso do Sul foi de US$ 4,31 bilhões em 2021. O resultado anual marca o registro histórico e um dos maiores já atingidos pelas indústrias do Estado. Comparado ao ano anterior, o aumento é de 14%, conforme os dados do Radar Industrial, da FIEMS (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul). 

O balanço aponta que dentro os segmentos com maior participação na exportação do ano passado foram: Celulose e papel, frigoríficos (bovinos, suínos, aves e peixes), processamento de soja, sucroenergético e mineração. Somados, representaram 94% do valor total das exportações da indústria estadual ou US$ 4,058 bilhões.

Comprado a 2020, os produtos que apresentaram maior acréscimo na receita foram: Óleo de soja, Carne desossada e congelada de bovinos, Açúcar, Minério de ferro, Bagaços e outros resíduos da extração do óleo de soja e Pedaços e miudezas congelados de frango. Esses seis produtos foram responsáveis por uma receita adicional superior a US$ 550 milhões.

No destino de exportação, os países que mais compraram industrializados sul-mato-grossense, 27% chegaram na China, 10% nos Estados Unidos, 7% Holanda, 5% Chile e 4% Itália. A participação relativa da indústria no total exportado encerrou o ano em 63%.

O mês de dezembro acelerou o aumento da receita, alcançando US% 373,8 milhões no ano passado, o que seria 37% a mais de produtos exportados do que o mesmo período de 2020. Já a participação relativa a indústria exportou 72% na receita do Estado.

Jornal Midiamax