Cotidiano / Economia

Saiba como garantir o melhor desempenho na hora do plantio

Os bons resultados estimados pelos cálculos estatísticos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que indicam que a colheita brasileira deve fechar em 278,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/21.

Produção Publicado em 27/08/2020, às 09h38 - Atualizado em 28/08/2020, às 11h55

Foto Pixabay
Foto Pixabay - Foto Pixabay

Os bons resultados estimados pelos cálculos estatísticos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que indicam que a colheita brasileira deve fechar em 278,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/21, estimulam o desenvolvimento do trabalho no campo. Sendo assim, para manter o desempenho do setor, o trabalhador rural deve ter atenção em todas as etapas agrícolas.

Uma dessas fases é o plantio, que requer certos cuidados específicos. Afinal, o produtor depende de vários fatores, internos e externos, para conseguir semear dentro da janela de plantio. Logo, para evitar surpresas desagradáveis e imprevistos durante o processo, é necessário estar atento a uma série de detalhes, como a manutenção da máquina semeadora, por exemplo.

A procura de semeadeiras que garante agilidade e precisão ao plantio tem sido grande por parte dos produtores agrícolas. Porém, algumas vezes a quebra de um equipamento como esse pode atrasar a semeadura da cultura, causando problemas de superpopulação e espaçamento incorreto. Além disso, problemas dessa dimensão abrem espaço para o desenvolvimento de pragas, doenças e daninhas.

Sendo assim, separamos algumas dicas para que você, trabalhador do campo, consiga extrair o melhor desempenho de seu equipamento.

Além disso, caso, ainda, esteja em busca de tratores à venda no Paranáou em qualquer outra região do país, vale a pena ficar de olho nessas informações.
  1. Higienize a máquina
    Quando terminar de plantar sua cultura, garanta todos os cuidados ao seu equipamento. É importante lavar, lubrificar e, somente, em seguida guardar em uma área adequada. Fique atento aos restos de fertilizantes, já que eles podem causar sérios problemas relacionados a corrosão, se não retirados corretamente. Outra parte importante é limpar bem para tirar esporos de doenças fúngicas, sementes de daninhas e ovos de pragas.
  2. Cuidado com os discos dosadores
    Essa parte do equipamento é uma das que mais precisa de manutenção entre uma safra e outra. Afinal essa peças são sensíveis e mais fáceis de quebrar. Outro ponto é que eles variam de acordo com o tamanho da semente, então tenha certeza que comprou discos adequados a tecnologia adquirida. Discos de abertura vertical são mais tolerantes a variações de tamanhos de semente por permitirem melhor a passagem dos grãos.
  3. Lubrifique os discos
    Para que as sementes deslizem e possam ser despejadas de maneira certeira, não esqueça os lubrificantes. Hoje em dia, o mercado oferece diversas opções, mas é interessante investir nos sólidos, como grafite e talco, por exemplo.
Jornal Midiamax