Cotidiano / Economia

Petrobras arremata área para exploração de gás natural e petróleo em MS

Empresa deve investir R$ 20,5 milhões no estado

Tatiana Marin Publicado em 27/09/2017, às 21h16

None

Empresa deve investir R$ 20,5 milhões no estado

A Petrobras arrematou por R$ 1,69 milhão, nesta quarta-feira (27), um bloco da Bacia do Paraná, em Mato Grosso do Sul, em leilão realizado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Com isso, a estatal vai explorar petróleo e gás natural e deve investir pelo menos R$ 20,5 milhões.

Para o titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) há expectativas de desenvolvimento para o Estado, nesta que é a primeira vez que terras sul-mato-grossenses poderão ser exploradas em busca de combustíveis.

“Se nós tivermos possibilidade de produção de gás natural em Mato Grosso do Sul, nós teríamos mais uma fonte energética, teríamos opção de royalties a esses municípios e teria possibilidade de diversificação da nossa base econômica. Então nós somos cautelosos, mas seria extremamente positivo para a economia do estado”, afirmou Verruck.

Contudo não há previsão do volume de gás natural e petróleo presente, ou mesmo se há combustíveis na região. “O que existe hoje, dado aos estudos geológicos e as características é de que há a possibilidade de encontrar gás natural e petróleo na região lindeira ao rio Paraná”, afirma Verruck.

Petrobras arremata área para exploração de gás natural e petróleo em MS

No total, 11 áreas foram oferecidas pela ANP, entretanto somente uma recebeu lances de investidores, sendo arrematada pela Petrobras. A agência solicitou ainda no ano passado ao Governo do Estado informações sobre as áreas com potencial para exploração.  “Eles queriam saber se essas áreas eram de baixo impacto ambiental e se não estavam em áreas de conservação, mas o Imasul informou que não”.

Conforme o ritual, depois que assumir a concessão, a empresa terá que entrar com um pedido de licenciamento ambiental específico para aquele tipo de exploração e ai vai ser avaliado dentro da legislação.

Jornal Midiamax