Cotidiano / Economia

Com estragos causados pelas chuvas, IBGE prevê safra 6% menor neste ano

Atraso no plantio pode diminuir em 13% produção de milho 

Midiamax Publicado em 07/04/2016, às 20h24

None
producao_rep.jpeg

Atraso no plantio pode diminuir em 13% produção de milho 

A produção da safra de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar em 16,3 milhões de toneladas, segundo 3º levantamento da Produção Agrícola, feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publicado nesta quinta-feira (07). Caso a previsão se confirme, a produção será 6% menor do que a observada na safra anterior, de 17,3 milhões de toneladas.

De acordo com o relatório, a área da safra tem previsão de passar de 4,12 para 4,19 milhões de hectares. Com a previsão, o Estado representa 7,7% da produção nacional em março, de 210 milhões de toneladas. Soja e milho tiveram as maiores participações.

Com estragos causados pelas chuvas, IBGE prevê safra 6% menor neste anoA safra do milho no Estado deve alcançar 8,4 milhões de toneladas, uma queda de 13% em relação a 2015, quando foram produzidas 9,7 milhões de toneladas. A previsão para a área é de 1,669 milhões de hectares e o rendimento médio 5.053 kg/ha.

A safra de soja deve chegar a 7,58 milhões de toneladas, 3,8% a mais que no ano anterior, de 7,30 milhões de hectares. O rendimento médio passou de 3.108 na safra anterior para 3.120 kg/ha na safra deste ano.

Quanto à produção de feijão, a área diminuiu 27,13%, porque produtores não foram plantadas em função de problemas climáticos ocorridos principalmente em Ponta Porã, Paranhos e Tacuru.

Em Rochedo houve perda total da área em função do excesso de chuvas na época da colheita. 

Jornal Midiamax