Cotidiano / Consumidor

Fiscais autuam loja de importados que não emite nota fiscal em Campo Grande

Uma loja de importados de Campo Grande foi alvo de fiscalização do Procon Estadual (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e Decon (Delegacia do Consumidor) em Campo Grande. A loja de revenda de celulares e acessórios, além de outros produtos importados, foi autuada e alguns itens foram apreendidos.  A fiscalização foi realizada após denúncias […]

Mylena Rocha Publicado em 03/02/2021, às 10h20 - Atualizado às 15h13

Foto: Divulgação/Procon-MS
Foto: Divulgação/Procon-MS - Foto: Divulgação/Procon-MS

Uma loja de importados de Campo Grande foi alvo de fiscalização do Procon Estadual (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e Decon (Delegacia do Consumidor) em Campo Grande. A loja de revenda de celulares e acessórios, além de outros produtos importados, foi autuada e alguns itens foram apreendidos. 

A fiscalização foi realizada após denúncias dos consumidores. A fiscalização detectou várias irregularidades, como diversos artigos que não tinham informações ou manuais de instrução em português. Além disso, os produtos não mostravam preços que pudessem orientar o consumidor, o estabelecimento não detinha notas fiscais de aquisição dos produtos e não emitia nota ou cupom fiscal de venda.

Com os problemas detectados, foi elencada a existência de 11 aparelhos de telefonia,  carregador portátil, relógios digitais e fones de ouvido com instruções ou especificações em língua estrangeira. Após a fiscalização, foram apreendidos e encaminhados à Decon três aparelhos celulares e um fone de ouvido. 

Segundo o Procon, foram feitas orientações a respeito das normas de funcionamento e estabelecido prazo de 48 horas para encaminhamento da documentação necessária.

Jornal Midiamax