Cotidiano / Consumidor

Com gasolina a R$ 3,22 em média, consumidor investe na pesquisa

Veja levantamento feito pelo Jornal Midiamax nesta quarta-feira

Wendy Tonhati Publicado em 14/10/2015, às 17h13

None
_mg_6245.jpg

Veja levantamento feito pelo Jornal Midiamax nesta quarta-feira

A gasolina está custando, em média, R$ 22 em Campo Grande, de acordo com levantamento feito pelo Jornal Midiamax nesta quarta-feira (14), em 12 postos de combustíveis. Os consumidores disseram que estão pesquisando preços e que ficam atentos aos valores quando passam pelos estabelecimentos na rua. Com relação ao etanol, a maioria disse que não compensa em relação a gasolina.

Conforme a pesquisa, a gasolina mais barata (R$ 3,16) foi encontrada no posto Kauê, na Avenida Mascarenhas de Moraes. Nele, o litro do etanol custava R$ 2,22, um dos mais baixos também. Segundo o subgerente André Luiz, o estabelecimento trabalha somente com o pagamento em dinheiro, por isso, o preço é mais baixo do que em outros estabelecimentos.

Alguns postos de combustíveis no permitiram a divulgação do nome na reportagem. Em um estabelecimento da Júlio de Castilho, na região do Bairro Santo Antônio, a gasolina foi encontrada a R$ 3,25 e o etanol R$ 2,29. No posto Positivo, na Avenida Presidente Vargas, o preço é de R$ 3,19 (gasolina) e R$ 2,29 (etanol).

Na Avenida Yokoama, os valores variam nos postos. Santa Lúcia R$ 3,29 (gasolina) e R$ 2,29 (etanol).  Santo Antônio R$ 3,21 (gasolina) e R$ 2,26 (etanol). Ainda na mesma avenida, na esquina com a Rua 14 de Junho, no posto Shell, a gasolina custava R$ 3,39 e o etanol, R$ 2,39.

Na Avenida Euler de Azevedo, os preços também apresentaram variação de posto para posto. No Bairro São Francisco, o valor era R$ 3,25 (gasolina) e R$ 2,26 (etanol). No posto da Shell, o valor é R$ 3,04 (gasolina) e R$ 2,89 (etanol). No posto do cruzamento da Avenida Fernando Correa da Costacom a Calógeras, o valor foi de R$ 3,24 (gasolina) e R$ 2,29 (etanol).

Na Avenida Costa e Silva, próximo à UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), a gasolina foi encontrada a R$ 3,25 e o etanol a R$ 2,29. Na Afonso Pena, com a 13 de junho, o valor foi de R$ 3,19 (gasolina) e R$ 2,29 (etanol).  Por fim, na Rua Ceará com a AvenidaMato Grosso, no Jardim dos Estados, o preço foi de 3,29 (gasolina) e R$ 2,29 (etanol).

Consumidores estão pesquisando preços

O dentista Kairo Augusto abasteceu disse que passou dois estabelecimentos e optou pelo mais barato. “Tenho costume de pesquisar. A pouca diferença faz muita diferença”, disse. No posto em que ele foi abastecer a caminhonete de diesel, a gasolina estava em falta, pois segundo funcionários estava na promoção.

O produtor de eventos Marco Aurélio, de 46 anos, afirmou que escolheu o etanol pois ele fez a contas e no carro dele, compensa mais o álcool. “Sempre estou atendo aos preços e aqui é mais barato”

O comerciante Pedro Jussan, de 32 anos, disse que estava abastecendo o carro com gasolina, pois mesmo o etanol sendo mais barato, o carro ‘queima’ o mesmo tanto que a gasolina. “Rende mais a gasolina”. Os consumidores que optaram por etanol em um posto do Jardim dos Estados, disseram que a preferência foi por conta da promoção feita pelo estabelecimento: abasteça 30 litros e ganhe uma ducha.

Alvino Jara, de 48 anos, foi um dos que aproveitou a promoção, mas mesmo assim, disse fazer pesquisa. “Está muito caro. Tem que pesquisar”. A empresária Amanda Torres, de 32 anos, também optou pelo etanol por conta da ducha, mas que geralmente não repara na diferença dos preços. O médico veterinário Bruno Nogueira, de 31 anos, disse que normalmente abastece gasolina, pois não vê muita diferença em relação ao álcool. “Não reparei muito, porque precisava abastecer logo”.

De acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo), o preço médio, no Brasil, do litro da gasolina nas bombas foi de R$ 3,287 para R$ 3,455, no último levantamento divulgado pela agência, no dia 9.

Mato Grosso do Sul teve a média de R$ 3,353, a quarta gasolina mais barata do país, atrás apenas da Paraíba (R$ 3,266); Maranhão (R$ 3,275) e São Paulo (R$ 3,278).

Jornal Midiamax