Cotidiano / Consumidor

Marca de roupa americana oferece porção de maconha a seus clientes

uma promoção peculiar de suas roupas: um oitavo de onça (3,5 gramas) de maconha de graça para os compradores qualificados. Em seu site, a loja confirma que colocará à venda em dezembro suas roupas feitas com fibra de cânhamo e indica que para cada entrega em Denver, o cliente que encomendar suas roupas receberá “um […]

Arquivo Publicado em 31/08/2014, às 19h00

None

uma promoção peculiar de suas roupas: um oitavo de onça (3,5 gramas) de maconha de graça para os compradores qualificados.


Em seu site, a loja confirma que colocará à venda em dezembro suas roupas feitas com fibra de cânhamo e indica que para cada entrega em Denver, o cliente que encomendar suas roupas receberá “um presente surpreendente”.


Os estados de Washington e Colorado iniciaram neste ano a venda legal de maconha a compradores qualificados sob regras que limitam a quantidade adquirida, a idade dos compradores e os graus de intoxicação, da mesma forma como faz com a venda de bebidas alcoólicas


O cânhamo e a maconha (cannabis sativa) são plantas similares. O chamado cânhamo industrial contém um porcentagem muito menor de tetrahidrocannabinol, o ingrediente ativo que faz da maconha um produto psicotrópico.


Outra mensagem da firma em sua página sustenta que o cânhamo é uma fibra antimicrobiana e antimofo, que resiste naturalmente à radiação ultravioleta e absorve facilmente as tinturas feitas a partir de plantas.


Uma mensagem lembra aos potenciais clientes que heróis dos Estados Unidos como George Washington e Thomas Jefferson cultivavam cânhamo em suas plantações, tanto que Benjamin Franklin possuía um moinho que fazia papel a partir do cânhamo.

Jornal Midiamax