Cotidiano

Campo Grande teve inflação oficial de 10,85% em 2021; acima do índice nacional

Município teve a 5ª maior inflação entre as capitais pesquisadas pelo IBGE

Gabriel Maymone Publicado em 11/01/2022, às 08h41

Inflação foi sentida nos supermercados
Inflação foi sentida nos supermercados - Leonardo de França / Midiamax / Arquivo

Campo Grande teve inflação oficial de 10,85% em 2021, segundo o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) divulgado na manhã desta terça-feira (11) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A alta média nos preços na Capital ficou acima do resultado nacional, que ficou em 10,06%. Campo Grande teve a 5ª maior alta entre as 16 pesquisadas, atrás apenas de Curitiba (12,73%), Vitória (11,50%), Rio Branco (11,43%) e Porto Alegre (10,99%). Em dezembro, a alta foi de 0,45% e em novembro foi de 1,30%.

Nacional

A inflação fechou o mês de dezembro com alta de 0,73%, ante um avanço de 0,95% em novembro no país. Com isso, a taxa acumulada pela inflação no ano de 2021 foi de 10,06%.

O resultado mensal ficou acima da mediana (0,65%) das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam alta entre 0,55% e 0,80%. Já a taxa no ano ficou levemente acima da mediana (10,00%) das projeções, que tinham intervalo de alta de 9,86% a 10,12%.

O resultado do índice em 2021 superou consideravelmente a meta de 3,75% perseguida pelo Banco Central (BC) para o ano, ficando também bastante acima do teto de tolerância, que seria de 5,25%.

Jornal Midiamax