Cotidiano

VÍDEO: Cratera no Tijuca ‘engole’ carros e vizinhos já se acostumaram a prestar socorros

Nos últimos dias, uma cratera no bairro Tijuca tem causado transtorno para moradores e motoristas que precisam passar pela rua Nicolau Coelho

Dândara Genelhú Publicado em 22/02/2021, às 16h30 - Atualizado em 23/02/2021, às 08h24

Cratera causou três acidentes na última semana. Foto: Reprodução/ Facebook.
Cratera causou três acidentes na última semana. Foto: Reprodução/ Facebook. - Cratera causou três acidentes na última semana. Foto: Reprodução/ Facebook.

Nos últimos dias, uma cratera no bairro Tijuca tem causado transtorno para moradores e motoristas que precisam passar pela rua Nicolau Coelho. O buraco, que não tem sinalização, é capaz de ‘engolir’ um lado do carro e os moradores da região se acostumaram a prestar socorros para tirar os veículos da rachadura no chão.

Em apenas uma semana, três carros caíram no buraco e precisaram de auxílio dos moradores da região para sair da cratera. A rachadura tem cerca de 1,5 metros de profundidade no ponto mais crítico e segundo os habitantes do bairro, ela existe desde sempre.

Entretanto, a situação começou a ficar mais crítica nos últimos quatro anos. O eletricista Johnny Allysson, 28 anos, mora no bairro há 25 anos e comenta que ” é horrível, melhorou, mas essa parte deixou a desejar”. Isto porque ele afirma que já foram realizadas reformas públicas na região. Porém, não chegaram ao local da cratera.

cratera tijuca
Moradores que convivem com a cratera, já se acostumaram a desviar. Foto: Leonardo de França | Midiamax.

Assim, o eletricista lembra dos socorros prestados na última semana, que fez três vítimas no mesmo buraco. “No último acidente, a mulher estava com uma criança no carro e estava indo para igreja. A motorista não conseguiu nem voltar a dirigir, pois, estava nervosa com o acidente”. Ele afirma que foram 10 moradores para socorrer esta senhora.

Transtornos de vários dias

No grupo ‘Aonde Não ir em CG’, no Facebook, a mulher do caso citado relatou que precisou ter o carro guinchado após cair na cratera. De acordo com ela, o acidente danificou o radiador dela. “Transtorno de ontem [21 de fevereiro] e o resto da semana”, destacou.

Os três últimos acidentes, citados pelo morador, foram gravados por câmeras de segurança da casa de Michelle Nascimento, de 25 anos. A mulher que mora há seis anos na mesma residência, afirma que o buraco possui mais de quatro anos de existência.

Para tentar minimizar os danos, a moradora comenta que já até tampou a rachadura. “Mas não resolve, toda vez que chove fica assim, a enxurrada leva tudo”. Para evitar que o buraco invadisse a própria casa, Michelle aterrou e concretou parte da calçada.

A mulher, que já flagrou diversos acidentes pelas câmeras e com os próprios olhos, diz que a maior preocupação dela são os motociclistas. “A hora que morrer alguém de moto, vão resolver o problema dessa rua”. Quando a noite cai, ela costuma ir para a calçada tentar evitar novas quedas.

Por fim, o Jornal Midiamax entrou em contato com a Prefeitura de Campo Grande para saber se existe previsão de obras para o local. Assim, em resposta, a gestão informou que “já está na programação desta semana o serviço de tapa-buraco neste local”.

Jornal Midiamax