Cotidiano

Toque de Recolher: 220 pessoas são dispersadas e festa é encerrada nesta segunda-feira

Dos 147 estabelecimentos fiscalizados, nenhum foi notificado

Fábio Oruê Publicado em 07/06/2021, às 09h20

Estabelecimentos continuam recebendo clientes após horário do toque de recolher
Estabelecimentos continuam recebendo clientes após horário do toque de recolher - Foto: Divulgação/ GCM

Durante a noite de domingo (6) e madrugada de segunda-feira (7), a GCM (Guarda Civil Metropolitana) abordou e dispersou mais de 200 pessoas que estavam desrespeitando as medidas de combate ao contágio pelo coronavírus.

A fiscalização abordou 168 pessoas nas ruas da Capital fora do horário permitido pelo toque de recolher, que vai de 21h até as 5h do dia seguinte. No total foram 220 pessoas dispersas que estavam em aglomerações e também foram abordadas nas vias públicas.

Pessoas que são flagradas fora do horário permitido são abordadas e orientadas a ficar em casa. Além disso, a guarda apurou cinco denúncias de aglomerações em residências e flagrou um festa com aglomeração de pessoas. 

Durante o período foram 147 estabelecimentos fiscalizados, sendo 23 proprietários foram orientados e nenhum chegou a ser notificado.

Conforme dados da Guarda, o número 153 recebeu 215 ligações, sendo que 83 eram sobre descumprimento de medidas de controle ou restrição.

Também foi realizada uma operação no trânsito, da GCM com o Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito.

Ao todo, foram feitas 401 abordagens, sendo 352 carros e 49 motos. Conforme dados da operação, 401 condutores passaram pelo teste do bafômetro, mas 14 recusaram. Segundo balanço, uma pessoa estava dirigindo embriagada e sete estavam sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Jornal Midiamax