Cotidiano

Sindicatos e estudantes de MS participam de protestos contra a PEC 32 em Brasília

Proposta prevê redução salarial e terceirização de cargos públicos

Fábio Oruê Publicado em 07/10/2021, às 17h10

Para manifestante,  PEC 32 é prejudicial para o servidor público
Para manifestante, PEC 32 é prejudicial para o servidor público - Foto: Divulgação

Brasília vive semana com uma onda de protestros contra a Reforma Administrativa, em defesa da educação pública e Mato Grosso do Sul também faz parte das manifestações com uma delegação de diversos sindicatos e estudantes.

Após realizar uma manobra para aprovar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32 na comissão especial, o governo tem adiado a votação em plenário pois ainda não tem garantido os votos suficientes. O Sista/MS (Sindicato dos Servidores da UFMS) é um dos grupos que tem estado presente nessas mobilizações.

Para eles, o servidor público vive um momento crucial no país pois as mudanças que a PEC 32 tem no seu bojo, como a retirada de direitos dos servidores concursados, redução salarial e abertura para terceirização de milhares de cargos que terão, obviamente, indicação de políticos, vão prejudicá-los. 

A participação e apoio do Sista/MS à mobilização foi deliberada em assembleia, realizada no dia 29 de setembro, onde foi debatida a situação dos servidores e a importância de barrar a PEC 32 pelos prejuízos que ela acarretará caso seja aprovada.

Jornal Midiamax