Cotidiano

Sem definição sobre as 215 mil doses para MS, vacina da Janssen chega nesta quarta ao país

Ministério da Saúde ainda não definiu sobre envio de quantitativo extra para o Estado

Gabriel Maymone Publicado em 16/06/2021, às 13h08

Remessa com vacinas da Janssen chegam ao país nesta quarta-feira (16)
Remessa com vacinas da Janssen chegam ao país nesta quarta-feira (16) - Divulgação

Chega nesta quarta-feira (16) ao Brasil remessa com 3,05 milhões de doses da vacina da Janssen. O número de doses é aguardado com grande expectativa, pois o imunizante é de aplicação única, ou seja, será possível imunizar 3 milhões de pessoas com esse lote. Apesar da confirmação da chegada, o Ministério da Saúde ainda não definiu se irá destinar um fundo de reserva de 176 mil doses extras para Mato Grosso do Sul.

O que está confirmado até o momento é o envio de 38,4 mil doses, que fazem parte da distribuição a todos os estados. Entretanto, MS obteve apoio do Conass (Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde) e Conasems (Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde) para obter um envio extra que totalizaria 215 mil doses para o Estado.

No pedido feito ao governo federal, há o pedido para que essas doses extras sejam utilizadas para criar um cinturão sanitário na fronteira de MS com Paraguai e Bolívia. Além disso, ele lembrou que a SES aguardava a vacina chegar no Brasil nesta terça-feira (15), “Já estamos preparados para recebê-las”, disse o secretário de saúde, Geraldo Resende.

Resende disse que MS deve “receber normalmente 38,5 mil doses” da Janssen. No entanto, aguarda que “a reserva de contingência seja também encaminhada para Mato Grosso do Sul”.

“Então, também estamos esperando os 5% de contingência de reserva, que sempre o Ministério pode definir para onde encaminhar, então que escolha MS e aí podem ser mais 150 mil doses”, detalhou.

Com validade inicial de 27 de junho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a ampliação do prazo de três para quatro meses e meio, sob condições de armazenamento de 2° a 8° C. A decisão ocorreu em uma reunião dos diretores na segunda-feira, 14, e vai no mesmo sentido do que já tinha decidido a FDA, a agência reguladora dos Estados Unidos. Com isso, os imunizantes irão vencer apenas no inicio de agosto.

Jornal Midiamax