Cotidiano

Sede do Tênis Clube vai a leilão por R$ 2,2 milhões por dívida trabalhista, determina Justiça

Área de 10 hectares recebe lances até o dia 22 de setembro

Gabriel Maymone Publicado em 16/09/2021, às 13h10

Sede do Tênis Clube em Campo Grande
Sede do Tênis Clube em Campo Grande - Divulgação

Um dos clubes mais tradicionais de Campo Grande, o Tênis Clube, vai a leilão na próxima quarta-feira (22) por dívida trabalhista de R$ 268.884,91. A estrutura localizada em área de 100 mil metros quadrados (10 hectares), na saída para Rochedo, receberá lance mínimo de R$ 2,2 milhões. O clube está avaliado em R$ 4,5 milhões.

A decisão do juiz Federal da 2ª Vara do Trabalho de Campo Grande, Júlio César Bebber, foi dada em abril. Na decisão, o magistrado considerou o "elevado número de execuções em desfavor da parte ré". No edital de leilão, foram listados 21 processos em desfavor do clube, vários com pedidos de penhora de bens.

A estrutura é composta por diversas benfeitorias como construções que somam 7 mil metros quadrados, sendo salão de festas, sauna, escritórios, quiosques, refeitórios e cozinhas, residências, bar e vestiário. Além disso, fazem parte 6 piscinas, sendo umas delas olímpica, 4 quadras de esporte, 3 campos de futebol e estacionamento.

Mais informações podem ser obtidas acessando este link.

O clube chegou a entrar na lista para leilão em 2019, mas a administração conseguiu reverter a decisão.

Jornal Midiamax