Cotidiano

Quando serei vacinado? Campo Grande não tem previsão para concluir grupo prioritário

Previsão é de que até fim de setembro toda a população adulta esteja vacinada

Gabriel Maymone Publicado em 13/05/2021, às 11h10

Na melhor hipótese, até agosto população adulta estará vacinada em Campo Grande
Na melhor hipótese, até agosto população adulta estará vacinada em Campo Grande - Henrique Arakaki / Midiamax

A vacinação contra covid é a maior expectativa de muitos nessa pandemia. Entretanto, a baixa disponibilidade de imunizantes e a incerteza das distribuições de doses deixam dúvidas sobre quando todos estarão protegidos da doença. Em Campo Grande, a vacina é aplicada em pessoas com mais de 18 anos que possuem comorbidades como diabetes ou doenças cardiovasculares, por exemplo.

Apesar de haver um cronograma, vários grupos acabam sendo incluídos e alteram a programação. Além disso, contratempos atrasam a produção e geram adiamentos como aconteceu com a aplicação da 2ª dose da CoronaVac, que será enviada a MS com quase 20 dias de atraso.

Entretanto, estimativa feita pelo secretário municipal de saúde, José Mauro Filho, no início do mês, indica que até o final de setembro todos com 18 anos ou  mais estejam imunizados em Campo Grande. A conta se baseou no ritmo atual de vacinação no município, de 1,2% da população. Porém, como citado anteriormente, tudo depende do envio de doses por parte do Governo Federal.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) explica que para iniciar a vacinação no público em geral (com mais de 18 anos) é necessário concluir a aplicação das duas doses em todos os grupos prioritários, conforme o PNI (Plano Nacional de Imunização).  Assim, foi criado o plano municipal de imunização, que previa a 'fila' de vacinação. Mas, como dito anteriormente, essas definições podem ser alteradas. 

Já foram vacinados os idosos, que somam mais de 128 mil pessoas - segundo estimativa da Sesau, mas ainda restam concluir a imunização de outros grupos como o de profissionais da saúde, que começou pelos trabalhadores de linha de frente e agora segue por idade. Atualmente, Campo Grande vacinou este público até os 25 anos. Já entre os assistentes sociais, foram vacinados até os que têm 35 anos, mas é necessário chegar até quem tem 18 anos. Ainda assim, falta concluir a vacinação de profissionais de segurança, de educação, pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas, motoristas de coletivo e profissionais da limpeza urbana. Além disso, consta no plano de imunização as pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Mesmo parecendo distante, o Ministério da Saúde avançou na negociação na compra de mais vacinas da Pfizer, que irão se somar com as produções da AstraZeneca e da CoronaVac. Dessa forma, há expectativa de que a conclusão da vacinação da população adulta aconteça antes mesmo de setembro, em agosto, em uma previsão mais animadora. “Se a gente mantiver esse ritmo, de 90 a 120 dias a gente faz [...] “Se a gente mantiver esse ritmo, de 90 a 120 dias a gente faz”, conforme o secretário.

Jornal Midiamax