Cotidiano

Procon autua Pet Shop que aplicava produtos vencidos desde 2018 em animais

Muitos remédios já vencidos há mais de um ano foram encontrados

Fábio Oruê Publicado em 26/05/2021, às 18h33

Medicamentos eram usado em animais mesmo vencidos
Medicamentos eram usado em animais mesmo vencidos - Foto: Divulgação

Um Pet Shop no Jardim Moema em Campo Grande foi autuado pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) pela irregularidade de usar medicamentos vencidos. O local é especializada em banho, tosa e comercialização de remédios para pequenos animais.

Segundo o órgão fiscalizador, apesar dos problemas encontrados não serem expressivos em se tratando de quantidade ou variedade, o tempo de permanência de produtos vencidos expostos à venda ou prontos para serem aplicados nos pets encaminhados para algum tipo de assistência, como é o caso de pó antipulgas, piolhos e carrapatos cujo prazo de validade havia expirado em abril de 2018.

Além deste, também fora do prazo de validade foram encontrados, inutilizados e descartados no ato da fiscalização, antitóxico para aplicação via oral com vencimento desde setembro de 2019 e colônia para uso veterinário vencida em dezembro do mesmo ano.

Com vencimento mais recente mas, também impróprios para o uso estavam à venda óleo de coco, cefalexina, friezol estankasangue (bactericida), colírio, formicidas e xarope expectorante.

Durante a permanência dos fiscais foram liberadas orientações a respeito da maneira adequada de armazenamento de produtos bem como da adequada higienização do local pelo fato de lidarem com vidas animais.

Jornal Midiamax