Cotidiano

Prefeitura de MS contesta morte de criança de 2 anos por Covid-19 no Hospital Regional

Criança foi transferida para Campo Grande e realizou 2 testes descartando infecção por coronavírus; Saúde aguarda outros exames

Humberto Marques Publicado em 05/06/2021, às 08h21

Vista aérea de Chapadão do Sul: cidade registrou 3.722 casos de Covid-19 e 50 óbitos pela doença
Vista aérea de Chapadão do Sul: cidade registrou 3.722 casos de Covid-19 e 50 óbitos pela doença - Reprodução

A Prefeitura de Chapadão do Sul –a 333 km de Campo Grande– contesta o registro de morte de uma criança de apenas 2 anos por coronavírus. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informa que o garoto foi transferido com “problemas respiratórios gravíssimos” para Campo Grande, mas com testagem rápida descartando a infecção por Covid-19.

A criança foi transferida para Campo Grande em 26 de maio, data em que também foi realizado o teste, sendo internada no Hospital Regional, onde faleceu na quarta-feira (2).

Ainda segundo a nota, a suspeita de Covid-19 foi levantada pelo médico responsável pela internação no HR, que pediu o exame de RTPCR e testes para influenza e outros vírus respiratórios –novamente, teria sido descartada a infecção por coronavírus, e o resultado dos demais ainda eram aguardados.

O médico responsável também solicitou tomografia do tórax, apresentando aí “sugestivo de Covid-19”. A Prefeitura de Chapadão do Sul informou que foi a Saúde de Campo Grande quem lançou os dados no SIVP-gripe, encerrando o caso como óbito confirmado de Covid-19 sem a conclusão de outros exames antes de confirmar o caso de coronavírus.

“Sendo assim, Chapadão do Sul, seguindo orientação da área técnica estadual, está aguardando os resultados dos demais exames para concluir a causa básica do óbito”, destacou a Secretaria de Saúde de Chapadão, que aguarda detalhes do caso.

Boletim divulgado na tarde de sexta-feira (4), o mais recente sobre a situação da Covid no município, mostra que Chapadão do Sul registrou 3.722 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia, com 3.513 pacientes curados.

Há 184 pessoas em tratamento para a doença no município –com 23 internados, sendo 8 em UTIs e 15 em leitos clínicos–, que contabiliza 50 mortes e aguarda resultados de 91 testes.

O hospital de Chapadão do Sul tem 4 pacientes internados em UTIs e 12 em leitos clínicos, além de um transferido de UTI para Caldas Novas (GO), 1 em terapia intensiva em Três Lagoas e 2 em Campo Grande. Há, ainda, 3 pacientes em leitos clínicos em outros municípios (1 em Três Lagoas e 2 na cidade mato-grossense de Água Boa).

A Vigilância Epidemiológica ainda monitora 315 pessoas, incluindo casos positivos ativos, que aguardam resultados ou que tiveram contato com infectados e estão em isolamento domiciliar.

Jornal Midiamax