Cotidiano

Obras do Aquário do Pantanal devem ser concluídas em 5 meses e inauguração é prevista para março de 2022

Atrativo contará com 12 mil peixes e mais de 250 espécies

Gabriel Maymone e Renata Barros Publicado em 28/09/2021, às 10h20

Previsão foi anunciada em coletiva na manhã desta terça-feira (28)
Previsão foi anunciada em coletiva na manhã desta terça-feira (28) - Renata Barros / Midiamax

As obras do Aquário do Pantanal estão previstas para serem concluídas em fevereiro de 2022, com previsão de inauguração do atrativo para março do mesmo ano. As informações foram anunciadas pelo Governo do Estado em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (28). O site oficial para acompanhar todas as informações relativas à obra também foi lançado hoje: https://aquariotransparente.ms.gov.br/.

Conforme o governo de Mato Grosso do Sul, são 11 obras em execução e a previsão é de que elas sejam concluídas em fevereiro. O contrato com as empresas têm validade para junho de 2022, mas os prestadores de serviço já adiantaram que conseguem entregar a obra antes do prazo previsto. 

As obras em execução são: Impermeabilização, PCMAT (implantação de sistemas preventivas de segurança), Cenografia, Revestimento de Alumínio Composto (forro e monocapa), Climatização, Passarelas, Construção Civil, Elétrica, SSV I e II e Automação Predial.

De acordo com o secretário estadual de infraestrutura, Eduardo Riedel, o próximo passo é definir a operacionalização, ou seja, como será o funcionamento do Aquário. "Com perspectiva de conclusão,  vamos começar a pensar na operação", afirmando que tratativas já foram iniciadas com a empresa Cataratas, que administra as Cataratas do Iguaçu e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

[Colocar ALT]
Cronograma foi apresentado pelo Governo (Foto: Renata Barros, Midiamax).

Entretanto, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) não descarta a possibilidade de novas desistências por parte das empresas contratadas. "A operação foi licitada para a empresa Cataratas. Eles estão sentando com a equipe da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico) para validação, se vão continuar com essa operação ou se vão se abster. É questão de cunho processual jurídico", pontuou.

O titular da Semagro, Jaime Verruck, explicou que o atrativo conta com 12 mil peixes de mais de 250 espécies, que são mantidos no local sob supervisão do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). 

Aquário do Pantanal

Orçada inicialmente em R$ 34 milhões, a previsão do governo estadual é de que a obra seja concluída após consumir R$ 230 milhões. O nome oficial do atrativo é Centro de Pesquisa e Readaptação da Ictiofauna Pantaneira, que será um dos maiores aquários de água doce do país. 

Com aproximadamente 19 mil m² de área construída, o Aquário conta com 33 tanques (sendo 23 internos e 8 externos, 1 tanque de abastecimento e 1 tanque de descarte de efluentes) totalizando um volume de 5 mil m³.

A Galeria de Aquários é a parte turística do atrativo. Nela está retratada, toda biodiversidade dos ambientes aquáticos do Pantanal. É formada por diversos aquários (ou aquaterrários), que retratam ambientes pantaneiros.

Os tanques internos estão divididos em temas como Veredas, Ressurgências, Rios de Cabeceira, Rios de Bonito, Rios do Pantanal, Planície Inundada, Rio Paraguai, Itinerante/Piranhas, Banhados/Sucuris e Galeria de Biodiversidade dos cinco Continentes, entre outros. Já os tanques externos, ao ar livre, são compostos por temas como Baías Cachoeiras, Orquidário, Banhado, Terras Alagadas e Jacarés.

Parte interna do Aquário do Pantanal - Foto: Renata Barros / Midiamax

Jornal Midiamax