Cotidiano

Nível do Rio Paraguai bate recorde negativo histórico por dois dias seguidos

Em Ladário, nesta quinta (7), foi registrado nível de -52 cm, ontem (6) de -50 cm e na terça (5) de -48 cm

Lucas Mamédio Publicado em 07/10/2021, às 18h34

None
(Foto: ABC Color)

Pelo terceiro dia consecutivo, o nível do Rio Paraguai em Ladário bateu um recorde negativo que durava mais de 100 anos. Segundo monitoramento do Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste, o nível chegou nesta quinta-feira (7) -52 cm ontem, quarta-feira (6) foi -50 cm e na terça (5) de -48 cm. Antes de terça, a última vez que o nível chegou a -48 foi em 1910.

Mato Grosso do Sul enfrenta um dos piores períodos de estiagem da história. O Rio Paraguai, o 8º maior rio da América do Sul, com 2.695 quilômetros de extensão, passa por um momento desesperador. A previsão do CPRM (Serviço Geológico do Brasil) era que o Rio Paraguai chegasse nesse nível apenas a partir da segunda quinzena de outubro.

Seca histórica do Rio Paraguai ameaça reprodução de peixes, navegação e regime de cheias no Pantanal

Segundo o Serviço Geológico do Brasil, há previsão para pancadas de chuva pelo rio. “Para as próximas semanas estão previstas ocorrências de pequenas precipitações na área da bacia do rio Paraguai, com uma maior incidência de pequenos acumulados de chuva, a partir da segunda semana do mês de outubro e se distribuindo de maneira aleatória sobre toda a área da bacia”, informa o boletim.

Jornal Midiamax