Cotidiano

Na expectativa pela vacina, MS tem seringas suficientes para imunização contra coronavírus

A população está na expectativa pela vacina e Mato Grosso do Sul já tem agulhas e seringas suficientes para começar a imunização dos profissionais da saúde e idosos contra o coronavírus. O Estado traçou um plano de segurança e agilidade no transporte da vacina e tem como objetivo se tornar referência para outras unidades da […]

Mylena Rocha Publicado em 08/01/2021, às 11h51

Tomaz Silva, Agência Brasil
Tomaz Silva, Agência Brasil - Tomaz Silva, Agência Brasil

A população está na expectativa pela vacina e Mato Grosso do Sul já tem agulhas e seringas suficientes para começar a imunização dos profissionais da saúde e idosos contra o coronavírus. O Estado traçou um plano de segurança e agilidade no transporte da vacina e tem como objetivo se tornar referência para outras unidades da federação. 

O secretário de saúde Geraldo Resende ressaltou durante live da SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta sexta-feira (8) que um levantamento foi realizado sobre os insumos para imunização da população. Ele afirmou que tanto a SES quanto as secretarias dos municípios dispõem de agulhas e seringas suficientes para iniciar a vacinação contra o coronavírus. Ele comentou que mesmo assim, a SES está em processo de aquisição de mais agulhas, seringas e outros insumos para a vacinação, que deve levar vários meses.

Mesmo com o resultado de eficácia da Coronavac, Resende preferiu não estimar uma data para início da imunização. “Não cometerei desatino de dar uma data que pode não se concretizar”, disse.

A SES traçou um plano estratégico para distribuição da vacina contra o coronavírus para os 79 municípios. O Estado deve receber mais de 700 mil doses e o objetivo é distribuir as doses para as cidades no período de 48 horas. O secretário comentou que MS pode se tornar uma referência para os outros estados. 

Jornal Midiamax