Cotidiano

MS tem estoque com 63,4 mil testes ‘padrão ouro’ para identificar coronavírus

O Ministério da Saúde tem cerca de cinco milhões de testes RT-PCR encalhados em armazém federal e que vencem até abril. O Governo planeja doar os testes, sendo que 1 milhão devem ser encaminhados como ajuda humanitária para o Haiti. Os testes são distribuídos de acordo com a demanda nos estados, mas a situação pode […]

Mylena Rocha Publicado em 09/02/2021, às 09h31

Foto ilustrativa | Saul Schramm | Governo de MS
Foto ilustrativa | Saul Schramm | Governo de MS - Foto ilustrativa | Saul Schramm | Governo de MS

O Ministério da Saúde tem cerca de cinco milhões de testes RT-PCR encalhados em armazém federal e que vencem até abril. O Governo planeja doar os testes, sendo que 1 milhão devem ser encaminhados como ajuda humanitária para o Haiti. Os testes são distribuídos de acordo com a demanda nos estados, mas a situação pode ser considerada confortável em Mato Grosso do Sul: há mais de 63 mil testes em estoque. 

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) alega que possui em estoque 63.416 testes RT-PCR, considerados ‘padrão ouro’ para identificar casos de coronavírus. Segundo a secretaria, o Ministério da Saúde tem enviado remessas regulares de exames ao Mato Grosso do Sul. O Estado também possui insumos como cotonetes swab, tubos coletores e reagentes de extração do RNA. 

Além destes testes em estoque, o Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) de MS ainda tem mais 88,1 mil testes RT-PCR disponíveis, de acordo com o último relatório divulgado. Há, ainda, 19,7 mil testes rápidos disponíveis. 

Mato Grosso do Sul já soma 165.903 casos confirmados de Covid-19 e 3.024 mortes registradas ao longo da pandemia. O Estado contabiliza um total de 550.185 casos notificados, dos quais 379.292 foram descartados, conforme boletim epidemiológico de segunda-feira (8).

Jornal Midiamax