Cotidiano

Lotado: Com recorde de casos de covid, hospitais de Campo Grande usam faixas para alertar população

Taxa de ocupação em hospitais públicos do estado é de 101% e em particulares de 97%

Gabriel Neves Publicado em 27/05/2021, às 14h00

Fiaxa foi colocada na entradado Hospital do Coração para informar população.
Fiaxa foi colocada na entradado Hospital do Coração para informar população. - (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

O mês de maio registrou o maior número de infecções por Covid-19 em Mato Grosso do Sul, com cerca de 1,3 mil casos novos por dia e alcançando um total de 707 mortes nestes 27 dias. A situação é refletida diretamente nos hospitais, que já estão até colocando faixas de lotação em frente aos prédios.

Foi como amanheceu o Hospital do Coração, localizado em Campo Grande, com uma faixa vermelha com a seguinte frase: “Atingimos capacidade máxima para pacientes covid-19”.

A situação não ocorre somente por lá, em boletim divulgado nesta quinta-feira (27), a Santa Casa afirma estar com 120% da capacidade máxima nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com a covid, além de 100% da capacidade na enfermaria.

“Na área vermelha hoje pela manhã tínhamos uma ocupação de 20 pacientes internados e 6 entubados. Vale ressaltar que a capacidade de atendimento nesta sala de estabilização é de 6 pacientes graves. Na área verde temos 33 pacientes, sendo que 13 deles estão internados aguardando vaga nas enfermarias. A capacidade no setor é de 7 leitos”, afirmou o hospital.

A mesma situação ocorre no Hospital Unimed, que possui 110% de lotação nos leitos de UTI destinados a pacientes com covid. De acordo com o hospital, a unidade um possui 10 leitos e 11 pacientes, mesma situação se repete na unidade dois. Na unidade três e quatro são 10 leitos e 10 pacientes.

Nos leitos clínicos da Unimed a lotação é de 98% com apenas 1 leito vago dos 71 destinados para tratar pacientes com covid.

O Hospital Cassems informou, com dados de boletim divulgado nesta quarta-feira (26), possuir 80 pacientes com covid-19. Desse total, 45 pacientes estão internados na UTI. A taxa de ocupação de leitos críticos está em 100%.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) os leitos públicos de UTI em Mato Grosso do Sul para adultos estão com 101% de ocupação e para atendimentos pediátricos com 100% de lotação.

Nos hospitais particulares de todo o Estado, a média de ocupação é de 97% com 123 pacientes confirmados e 15 suspeitos.

Até o momento, os hospitais do Coração e El Kadri ainda não responderam sobre a atual situação de leitos existentes e ocupados em suas instituições.

Jornal Midiamax