Cotidiano

Leitos estão em estado crítico em 12, das 15 cidades com UTIs Covid-19 em MS

Campo Grande possui a maior lotação de UTIs Covid-19, são 103% de ocupação

Dândara Genelhú Publicado em 13/04/2021, às 17h07 - Atualizado às 17h07

Pacientes Covid-19 com quadro grave são atendidos em leitos de UTI.
Pacientes Covid-19 com quadro grave são atendidos em leitos de UTI. - Foto: Reprodução.

Nesta terça-feira (13), Mato Grosso do Sul se mantém entre os 100% de ocupação das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Covid-19. Entretanto, 12 dos 15 municípios com este tipo de leito estão em estado crítico de lotação. 

No total, MS possui 584 leitos UTI Covid-19 registrados nesta terça-feira (13). Os dados usados pela reportagem são do Painel Mais Saúde, da SES (Secretaria de Estado de Saúde), atualizados até às 15h50.

Então, Campo Grande é o município que mais registra ocupações, são 103% de superlotação nas UTIs Covid-19. Então a cidade atende 12 pessoas além da capacidade hospitalar. 

São considerados em estado crítico os leitos com mais de 80% de lotação, de acordo com a Friocruz (Fundação Oswaldo Cruz). MS possui 16 cidades listadas com leitos de UTI no mapa hospitalar do Governo Estadual. No entanto, no sistema Mais Saúde Chapadão do Sul não divulga dados sobre as ocupações. 

Confira como estão as ocupações nos municípios de MS:

  • Aparecida do Taboado 90% das 10 vagas existentes
  • Aquidauana 75% dos 8 leitos existentes
  • Bataguassu 60%, das 5 vagas existentes
  • Campo Grande 103,56%, das 337 vagas existentes
  • Corumbá 94,12%, dos 17 leitos existentes
  • Costa Rica 100%, de 10 vagas existentes
  • Coxim 75%, de 8 vagas existentes
  • Dourados 94,67% de 75 leitos disponíveis
  • Jardim 100%, de 6 vagas existentes
  • Naviraí 100%, de 10 vagas existentes
  • Nova Andradina 87,5%, de 8 vagas existentes
  • Paranaíba 100%, de 10 vagas existentes
  • Ponta Porã 96,67%, de 30 vagas existentes
  • Sidrolândia 100%, de 5 vagas existentes
  • Três Lagoas 95,45%, de 44 vagas existentes
Jornal Midiamax