Cotidiano

Já ouviu falar do golpe do WhatsApp duplicado? Saiba como evitar ser vítima de criminosos

Dicas simples podem evitar grandes prejuízos

Gabriel Maymone Publicado em 17/05/2021, às 12h39

Golpe é aplicado via Whatsapp
Golpe é aplicado via Whatsapp - Reprodução

Novo golpe batizado de "Whatsapp duplicado" tem feito muitas vítimas e já é investigado pelas polícias civis de vários estados do Brasil. A fraude consiste em um criminoso se passar por alguém próximo da vítima, seja parente ou amigo, pois usa a mesma foto de perfil e o mesmo nome, mas o número é diferente.

Pode parecer fácil de ser percebido, mas os criminosos inventam uma história para justificar a troca de número e pede depósito em dinheiro. 

Uma das formas de se prevenir é ficar atento nas primeiras mensagens, alerta o advogado especializado em crimes virtuais, Sérgio Rodrigo Russo Vieira. "A conversa, geralmente, se inicia com um tom de familiaridade, 'oi, amigo', 'benção, mãe', e por aí vai. Esse tom diminui uma barreira, mas é importante ficar atento nas próximas mensagens e observar a escrita. É comum que erros ortográficos sejam cometidos em conversas informais, mas se estiverem repetitivos é um sinal para se prestar atenção", alerta o advogado.

Outras estratégias que o especialista pondera, e que podem ser usadas pela vítima, é solicitar durante a conversa um áudio, uma foto ou chamada de vídeo ou de voz. "Ao receber uma mensagem de alguém supostamente conhecido, e que está pedindo dinheiro, o ideal é confirmar a autenticidade do pedido por meio de uma ligação ou algo que evidencie de que ele/ela", afirma Sergio, que também alerta a observar o número do DDD.

"Assim que possível, ligue diretamente para pessoa e o avise de que tem outro se passando por ele", acrescentou.

Denuncie pelo aplicativo

No WhatsApp clonado é possível saber quando se está sendo vítima de algum golpe, porque o aplicativo avisa enviando um código de verificação e também tem a verificação em duas etapas, que é recomendável a sua ativação.

Já no Whatsapp duplicado é mais complicado, pois os dados são roubados na internet. Porém, existem maneiras de se prevenir, como: oculte a foto de perfil e deixe visível apenas para os seus contatos. Assim você evita que sua identidade seja roubada. E também evite deixar seus dados visíveis nos perfis (nomes completos de familiares, números de contato), pois são ótimos lugares para serem roubados.

Caso um número desconhecido tenha entrado em contato contigo é possível denunciá-lo diretamente no aplicativo, pois a ferramenta oferece o recurso dentro mesmo da conversa, nas três bolinhas no canto superior direito da tela.

Na pior das hipóteses, caso tenha chegado a efetuar qualquer pagamento, o ideal é procurar uma polícia especializada e denunciar o contato no support@whatsapp.com informado o máximo de detalhes possíveis, como o número do contato, a foto que está usando, o número da conta bancária que compartilhou e qualquer outra comprovação que identifique o golpe. 

Jornal Midiamax