Cotidiano

Inep corrige questão que dizia ser “imaturidade” mulher negra não querer alisar cabelo

Ao sair o gabarito oficial do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020, os alunos se surpreenderam com uma questão de linguagens estrangeiras, em que a resposta correta estava marcando que o posicionamento da mulher negra ao não querer cortar o cabelo é uma postura imatura. Na questão, foi colocado um trecho em inglês do […]

Carolina Rocha Publicado em 28/01/2021, às 14h08 - Atualizado às 14h45

Foto: reprodução
Foto: reprodução - Foto: reprodução

Ao sair o gabarito oficial do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020, os alunos se surpreenderam com uma questão de linguagens estrangeiras, em que a resposta correta estava marcando que o posicionamento da mulher negra ao não querer cortar o cabelo é uma postura imatura.

Na questão, foi colocado um trecho em inglês do romance “Americanah”, da escritora e pensadora feminista negra Chimamanda Ngozi Adichie. No texto, o diálogo era de uma cabelereira e uma cliente negra, sobre a possibilidade dela alisar o cabelo. No trecho a personagem diz: “Eu gosto do meu cabelo do jeito que Deus fez”.

A pergunta da questão era “qual argumento para o posicionamento da personagem” e para surpresa de todos, o gabarito estava marcando a questão em que dizia “demonstram uma postura de imaturidade”

Inep corrige questão que dizia ser "imaturidade" mulher negra não querer alisar cabelo
Questão que causou polêmica ao sair o gabarito errado no Enem 2020

Após polêmica nas redes sociais, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informou que houve um erro no gabarito e foi divulgado um novo nesta quinta-feira (28) corrigindo esta questão. A alternativa correta ficou: “revelam uma atitude de resistência”

Jornal Midiamax