Cotidiano

Indígenas fecham BR-60 em MS em protesto nacional contra projeto que altera demarcação de terras

Grupo bloqueou trecho com troncos e está com cartazes

Gabriel Maymone Publicado em 30/06/2021, às 12h35

Bloqueio na BR-060, em Nioaque
Bloqueio na BR-060, em Nioaque - Divulgação

Grupo de indígenas bloqueou parte da rodovia BR-060 próximo a Nioaque, a 185 quilômetros de Campo Grande. A ação faz parte de movimentro nacional que acontece em várias regiões do país contra a PL 490, que altera regras para demarcação de terras indígenas.

O protesto acontece em Brasília, Amazonas, São Paulo e outros locais. Na capital federal, a presença de manifestantes indígenas ocorre há algumas semanas, quando o projeto começou a tramitar na Câmara dos Deputados.

Em MS, o grupo permanece no meio da rodovia com troncos de árvores e cartazes. Alguns veículos que tentam furar a barreira são hostilizados pelos manifestantes. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) acompanha o ato. 

Um dos pontos mais polêmicos e que é alvo dos manifestantes em MS é a questão trata do marco temporal e prevê que só poderão ser consideras terras indígenas aquelas que já estavam em posse desses povos na data da promulgação da Constituição, 5 de outubro de 1988. Um dos cartazes exibidos pelo grupo diz: "Nossa história não começa em 1988".

Atualmente, não é necessário comprovar a posse das terras, que com a aprovação do projeto será necessário. O texto ainda flexibiliza o contato com povos isolados, proíbe a ampliação de terras que já foram demarcadas e permite a exploração de terras indígenas por garimpeiros. 

Jornal Midiamax