Cotidiano

Governo reduz quase pela metade beneficiários do auxílio emergencial em 2021 em MS

Conforme o Ministério da Cidadania, 491 mil famílias recebem a ajuda no Estado

Gabriel Maymone Publicado em 24/05/2021, às 07h47

Pagamentos do auxílio emergencial atingiram 371 mil pessoas a menos em MS este ano
Pagamentos do auxílio emergencial atingiram 371 mil pessoas a menos em MS este ano - Frame Photo

O número de pessoas beneficiadas com auxílio emergencial caiu 43% em Mato Grosso do Sul em 2021, segundo dados do Ministério da Cidadania. No ano passado, quando o programa foi iniciado pelo governo federal, 862.226 pessoas em MS haviam sido elegíveis para receber a ajuda federal de R$ 600. O número de pessoas beneficiadas pelo governo federal caiu para 491.069 este ano.

Conforme os dados, o número caiu para 696.856 pessoas com a extensão do programa, que pagou R$ 300 por três meses no fim de 2020, devido à permanência dos reflexos da pandemia da covid no país.

No início de 2021, com o avanço da covid em todo o país, o governo federal se viu pressionado a adotar novas medidas para atender financeiramente a população mais vulnerável. Então, foi criado o novo auxílio emergencial, com regras mais rígidas de seleção, para garantir o apoio a quem passa por mais dificuldades nesse momento de crise.

Dessa forma, o governo determinou que apenas uma pessoa da mesma família poderia reeber a ajuda federal, que tem valores diferentes, dependendo da composição familiar: R$ 150 para pessoas que moram sozinhas, R$ 250 para famílias com mais de uma pessoas e R$ 375 para mulheres chefes de famílias monoparentais.

O número de 491.069 pesosas beneficiadas representa 17,48% da população de MS. Na primeira etapa do auxílio emergencial, no ano passado, o benefício foi pago a 30,69% dos sul-mato-grossenses.

Jornal Midiamax