Cotidiano

Família cria vaquinha virtual para custear tratamento de bebê com microcefalia

Ela disse que dos quatro medicamentos que seu filho toma regularmente, apenas um deles ela consegue pegar na unidade de saúde

Marcos Tenório Publicado em 07/12/2021, às 18h15

None
(Foto: Divulgação)

O pequeno João Gabriel, de 3 anos e 5 meses, está precisando de ajuda, ele que é portador de paralisia cerebral, intestino curto e microcefalia. Ele precisa realizar um tratamento em Curitiba, no Paraná.

A mãe dele, a jovem Gabriele Rodrigues, de 23 anos, falou que o valor de R$ 10 mil é para custear a ida até Curitiba, que será realizada em janeiro, onde a criança vai passar uma consulta no otorrino onde será marcada a cirurgia. "Não sabemos se a cirurgia será no dia da consulta ou se teremos que retornar para casa e voltar novamente para Curitiba", disse a mãe de João.

Gabrielle contou que em Campo Grande o hospital com melhor preparo para nós atender seria HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), e, eles não tem o aparelho necessário para a cirurgia.

A criança faz o uso de gastrostomia desde os quatro meses de vida e traqueostomia desde os sete meses. Ele foi submetido a seis intervenções cirúrgicas, sempre entubado. Em cada entubação ele ficava no mínimo 15 dias, mais já chegou a ficar 33 dias no tubo, explica Gabriele.

Ela deixou de trabalhar para cuidar do filho, e a única renda da família é do marido. Gabrielle revelou que dos quatro medicamentos que seu filho toma regularmente, apenas um deles ela consegue pegar na unidade de saúde, os outros três acabam custando cerca de R$ 300 reais.

A jovem contou que seu filho toma leite de formula, e que cada lata sai R$ 110,00 e tem que ser dez latas por mês, um custo de mais de mil reais.

Por isso, ela decidiu realizar uma vakinha online, para custear os valores com viagem, hospedagem e alimentação.

Até o momento foi arrecadado R$ 310,00, com um total de nove a poiadores. Quem for ajudar pode entrar em contado com Gabrille através do número (67) 99167-6896 ou acessar o link da vakinha virtual clicando aqui.

Para acompanhar a situação do pequeno príncipe, só seguir o @anjo.joaogabriel.

Jornal Midiamax