Cotidiano

Fake news: Grupos compartilham de testes falsos até simpatia contra coronavírus em MS

Com a pandemia no pico da transmissão e aumento de mortes em Mato Grosso do Sul, alguns grupos nas redes sociais têm espalhado a desinformação entre a população. As fake news incluem dados falsos, testes para descobrir se está com coronavírus e até mesmo simpatia com números.  Uma das fake news mais frequentes entre grupos […]

Mylena Rocha Publicado em 17/03/2021, às 14h00

Informações falsas são compartilhadas nas redes sociais. (Foto: Ilustrativa/Mylena Rocha)
Informações falsas são compartilhadas nas redes sociais. (Foto: Ilustrativa/Mylena Rocha) - Informações falsas são compartilhadas nas redes sociais. (Foto: Ilustrativa/Mylena Rocha)

Com a pandemia no pico da transmissão e aumento de mortes em Mato Grosso do Sul, alguns grupos nas redes sociais têm espalhado a desinformação entre a população. As fake news incluem dados falsos, testes para descobrir se está com coronavírus e até mesmo simpatia com números. 

Uma das fake news mais frequentes entre grupos em MS tem sido um teste que diz identificar se uma pessoa tem o coronavírus. O vídeo propõe que a pessoa prenda a respiração por cerca de 25 segundos. Conforme a instrução, se o leitor conseguir prender a respiração durante o vídeo, quer dizer que está livre da Covid-19. 

“Teste simples e cobiçoso. Teste grátis sem nenhum custo. Ajude a salvar uma vida”, dizem as mensagens. Porém, conforme apurado pela agência de checagem Aos Fatos, não é possível fazer o diagnóstico do coronavírus por meio da capacidade de segurar a respiração do paciente. 

O vídeo tem uma logo que remete ao Ananta Hospital, na Índia. Porém, o hospital declarou ao G1 que a mensagem é fake. “Isso não foi compartilhado por nós. Tornou-se viral por algum desconhecido.”

Outra mensagem fake que tem sido compartilhada nas redes sociais orienta os leitores sobre a sequência numérica que teria o poder de ‘neutralizar o coronavírus’. A orientação é que a pessoa pronuncie a série numérica visando o restabelecimento da saúde. A orientação é para visualizar uma esfera onde as pessoas estão salvas e saudáveis. 

Com a pandemia, o Ministério da Saúde criou uma página para combater fake news. “Vale destacar que o canal não será um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira”.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenham recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61) 99333-8597.

Jornal Midiamax