Cotidiano

Enem 2021: Nervosismo e aulas on-line marcam rotina de candidatos em MS

Devido à pandemia, plataformas virtuais são opções para os interessados em ingressar no ensino superior público.

Dândara Genelhú Publicado em 10/01/2021, às 12h37 - Atualizado às 12h59

Foto: Enviada pelo leitor | Jornal Midiamax.
Foto: Enviada pelo leitor | Jornal Midiamax. - Foto: Enviada pelo leitor | Jornal Midiamax.

Faltando uma semana para a aplicação das provas impressas do Enem 2021, estudantes estão na corrida contra o tempo para se prepararem. Devido à pandemia, plataformas virtuais são opções para os interessados em ingressar no ensino superior público. Além disto, o nervosismo toma conta da rotina de quem se prepara para o exame.

A própria aplicação do exame sofreu alterações devido ao coronavírus. As provas foram adiadas e acontecem em 2021. Assim, o Enem foi divido em duas formas de aplicação, a impressa e a digital. As primeiras a serem realizadas são as impressas, em 17 e24 de janeiro.

Já as provas digitais serão realizadas em 31 de janeiro e o segundo em 7 de fevereiro. Serão 96 mil inscritos realizando provas nestes dias. Apesar da tecnologia da avaliação digital, os estudantes preferem fazer o exame em formato impresso. O MEC (Ministério da Educação) estima que 5,7 milhões de pessoas realizem este tipo de prova.

Papel e caneta

O velho papel e caneta ganha de lavada no novo sistema digital de avaliação do Enem. Para a estudante Thayssa Santos, de 19 anos, a escolha foi fácil. Não se preocupar com a plataforma digital e fazer o exame da maneira convencional traz mais segurança para inscrita. “Escolhi a impressa, pois acredito que seja bem melhor”, explica.

Sobre a rotina de estudos, Thayssa comenta que é feito de maneira individual. Sozinha, ela estuda todos os dias em horários divididos entre a tarde e noite. Assim como a maioria, a jovem faz uso de plataformas digitais para se preparar para o Enem e outros vestibulares.

“Assisto aulas no YouTube”, destaca o que mais utiliza no dia a dia. Na expectativa de ingressar na graduação de Física ou Direito, Thayssa afirma que nos últimos dias tem andado nervosa com a aproximação das provas. “Estou bastante nervosa”, afirma.

Como estudar on-line de graça

Existem várias plataformas on-line gratuitas que podem ajudar os estudantes na preparação para o Enem. Entre elas estão o próprio aplicativo do Enem e o banco de provas do Inep.

Assim, além de revisar o conteúdo, os estudantes podem praticar as formas de aplicação dos conteúdos no exame. Confira algumas opções de estudo gratuitas:

  • Aplicativo do Enem: possui simulador do exame e informações atualizadas da edição atual. Disponível sem nenhum custo nas plataformas Android e iOS.
  • Banco de provas do Inep: como o próprio nome já diz, disponibiliza as edições anteriores do exame. Pode ser acessado pelo Portal On-line. Simulados e gabaritos também estão disponíveis para os estudantes.
  • Blog do Enem: alternativa para aulas e resumos de conteúdos que são base do Enem. Basta acessar o blog.
  • Cursos da Capes: disponibilizados pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), esses cursos servem até para quem não pretende prestar o Enem. São formações em exatas para aperfeiçoamento do conhecimento das áreas. Pode ser acessado por este link.
  • Super Vestibular: além de notícias sobre o exame, simulados e conteúdos são disponibilizados no portal on-line.
  • FGV Ensino: plataforma que possui testes e simulados para estudantes que irão prestar o Enem. Basta acessar o site para fazer uso do conteúdo.
  • Aulão Universidade Anhembi Morumbi: nos próximos dias a universidade realizará um aulão para revisão dos conteúdos importantes para o Enem. A live acontece neste sábado (9) e as inscrições devem ser realizadas pelo portal.
Jornal Midiamax