Cotidiano

Em relação a dezembro, cesta básica de Dourados apresenta queda de 5,4 %

Comparado ao mês de dezembro de 2020, houve queda de 5,4 % no valor de alguns produtos da cesta básica, em Dourados. Os dados são do Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) do município, produzidos em uma pesquisa de preços dos itens que compõem a cesta, em 12 supermercados da cidade, nesta […]

Ranziel Oliveira Publicado em 06/01/2021, às 14h06 - Atualizado às 14h07

Ilustrativa (Foto: Leonardo de França, Midiamax)
Ilustrativa (Foto: Leonardo de França, Midiamax) - Ilustrativa (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Comparado ao mês de dezembro de 2020, houve queda de 5,4 % no valor de alguns produtos da cesta básica, em Dourados. Os dados são do Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) do município, produzidos em uma pesquisa de preços dos itens que compõem a cesta, em 12 supermercados da cidade, nesta terça-feira (5).

Nesta pesquisa foram coletados preços de 29 (vinte e nove) itens, sendo considerados para levantamento produtos pré-definidos. Os itens estão sendo divulgados nesta pesquisa.

Os produtos apresentaram variação significativa de um estabelecimento para outro. O alho 200 gramas apresentou diferença de 537,25% entre o menor e o maior preço; o extrato de tomate 350 ml teve diferença de 439,80% entre o menor e o maior preço; a goiabada 600 g teve diferença de 289,45% e o sal Kg apresentou diferença de 134,12%.

Foram encontrados 13 (treze) produtos com diferença superior a 100% (cem por cento) entre os estabelecimentos com menor preço para o maior, como, por exemplo, sabão em pó, margarina, bolacha água e sal, creme dental, erva mate tereré e o macarrão. A diferença do estabelecimento com menor preço e o de maior preço nesta pesquisa é de 28,4%.

Em relação à pesquisa do mês de dezembro de 2020 houve queda de 5,4 % no valor global dos produtos. Alguns dos produtos que tiveram queda no preço são açúcar (-6,2%); arroz ( -12,6%); café (-10%) e carne de segunda ( -15,8%).

O Procon alerta que o consumidor deve ficar atento às especificações contidas na embalagem, como, por exemplo, prazo de validade, composição e peso líquido do produto.

Jornal Midiamax