Cotidiano

Em Dourados, cerca 3,6 mil pessoas foram abordadas e 100 estabelecimentos multados no primeiro fim de semana de lockdown

Para auxiliar na fiscalização, equipes do Batalhão de Choque foram encaminhadas para o município nesta segunda

Ranziel Oliveira Publicado em 01/06/2021, às 16h58

Equipes de fiscalização
Equipes de fiscalização - (Foto: Divulgação / Prefeitura de Dourados)

Cerca de 3,6 mil pessoas foram abordadas e orientadas a permanecer em casa, e 100 estabelecimentos foram autuados neste final de semana, durante fiscalização do lockdown em Dourados. Nesta segunda-feira (31), o Governo do Estado encaminhou equipes do Batalhão de Choque para compor as equipes de fiscalização.

Apenas no primeiro fim de semana, mais de 100 estabelecimentos foram autuados por descumprimento das medidas sanitárias. Mais de 3,6 mil pessoas foram abordadas e orientadas a permanecerem em casa. Ao todo foram flagradas três festas clandestinas, e os autores encaminhados para a delegacia de Polícia Civil.

De acordo com a comandante da Guarda Municipal de Dourados, Liliane Graziele Cespedes de Souza Nascimento, neste primeiro momento as ações estão sendo realizadas com o foco de orientar a população. “Nós também temos realizado blitz em diversos pontos do município e estamos orientando a população sobre as medidas, devido a este momento sensível que vivemos em relação a pandemia, mas caso não haja redução no fluxo de pessoas, tomaremos medidas severas”, pontua.

As blitz foram realizadas em diversos pontos do município durante todo o domingo (30), que foi oficialmente o primeiro dia de vigência do decreto. Ações foram realizadas nas principais avenidas da cidade, como as avenidas Marcelino Pires, Coronel Ponciano e Hayel Bon Faker.

As fiscalizações fazem parte de uma operação em conjunto da Guarda Municipal, Fiscalização de Postura, Vigilância Sanitária, e da Polícia Militar. Participam ainda equipes do 3º BPM, da 9ª CIPM, contando com apoio de uma equipe da Força Tática do 8º BPM, de Nova Andradina, e uma equipe da Força Tática do 4º BPM, de Ponta Porã e o Batalhão de Choque do Estado.

“A parceria com o Estado é de extrema importância neste momento delicado que vivemos em decorrência da pandemia. Nós temos trabalhado de maneira incansável para prestar o serviço de saúde para todos os douradenses e para a população encaminhada para o município. Este é um momento que precisamos lutar juntos, para superarmos essa crise provocada pela pandemia da Covid-19”, destaca o prefeito Alan Guedes.

Serviço: A população também pode ajudar na fiscalização através de denúncias anônimas que podem ser realizadas nas redes sociais da Prefeitura de Dourados, pelos canais de denúncia 199, 153, 190 e no e-mail comiteextraordinario@dourados.ms.gov.br.

Jornal Midiamax