Cotidiano

Em 7 dias, MS registra o dobro de casos de dengue e três municípios com alta incidência

A dengue continua preocupando nos primeiros meses de 2021. Em apenas sete dias, comparado ao boletim epidemiológico anterior, Mato Grosso do Sul registra o dobro de casos da doença. Ao todo são 312 pacientes confirmados, nesta quarta-feira (3). Conforme o balanço divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), a maior parte das confirmações está em […]

Karina Campos Publicado em 03/02/2021, às 16h25

Mesmo com fiscalização, dengue avança em cidades de MS.(Foto: A.Frota).
Mesmo com fiscalização, dengue avança em cidades de MS.(Foto: A.Frota). - Mesmo com fiscalização, dengue avança em cidades de MS.(Foto: A.Frota).

A dengue continua preocupando nos primeiros meses de 2021. Em apenas sete dias, comparado ao boletim epidemiológico anterior, Mato Grosso do Sul registra o dobro de casos da doença. Ao todo são 312 pacientes confirmados, nesta quarta-feira (3).

Conforme o balanço divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), a maior parte das confirmações está em Campo Grande com 114 casos. Em seguida está Rio Brilhante (66), Três Lagoas (43), Corumbá (25), Ponta Porã (9), Ladário (7), Selvíria (7), Dourados (5), Aparecida do Taboado (4), Antônio João (3), Chapadão do Sul (3), Maracaju (3), Aquidauana (2), Bela Vista (2), Bonito (2), Coronel Sapuacaia (2) e Inocência (2).

As cidades de Amambai, Anaurilândia, Brasilândia, Caraapó, Deodápolis, Japorã, Jardim, Paraíso das Àguas, Paranaíba, Porto Murtinho e Terenos registram um caso cada.

Porém, quando somam aos casos suspeitos, o número de pacientes sobe para 1.139 no Estado. As cidades de Antônio João, Camapuã e Ladário já registram alta na taxa de incidência, de a 300 casos suspeitos a cada 100mil habitantes.

Embora o alerta, nenhum óbito foi registrado este ano ainda em decorrência da doença. Em 2020, cerca de 42 pessoas foram vítimas fatais da dengue. O número bateu recorde, comparado desde 2013.

Jornal Midiamax