Cotidiano

Deveria estar na igreja: professora discute em escola após morte na Afonso Pena

Discussão terminou com confusão presenciada por alunos até de outras salas de aula, segundo relatos

Mylena Rocha Publicado em 24/11/2021, às 11h50

Professora e uma aluna do 3º ano do ensino médio teriam trocado provocações.
Professora e uma aluna do 3º ano do ensino médio teriam trocado provocações. - Foto Ilustrativa/SED

Uma discussão entre aluna e professora terminou em confusão na manhã desta quarta-feira (24) em uma escola estadual de Campo Grande. Alunos relatam que toda a escola presenciou o tumulto, quando uma professora e uma aluna do 3º ano do ensino médio teriam trocado provocações por conta do rapaz assassinado em um ‘rolê’ nos altos da avenida Afonso Pena. 

Informações enviadas ao Jornal Midiamax apontam que a discussão teria ocorrido depois que a aluna teria postado uma homenagem ao amigo, expressando saudade nas redes sociais. Ao ver a homenagem, a professora teria enviado uma mensagem dizendo que se ele estivesse frequentando a igreja, nada teria acontecido. 

“Teve que acontecer para que vocês jovens saibam que o melhor lugar é na igreja e não em festas por aí”, disse em mensagem na noite de terça (23), conforme prints enviados por alunos. 

Os relatos são de que a confusão teria terminado em insultos. Os alunos da sala teriam entrado na confusão para intervir e evitar uma possível agressão entre a professora e a aluna. “Se os alunos não tivessem segurado a porta, ela tinha quebrado o braço da aluna”, disse um estudante por mensagem.

O Jornal Midiamax entrou em contato com a SED (Secretaria de Estado de Educação) e a escola. Em nota, a secretaria explicou que houve uma discussão verbal na escola nesta manhã, sem agressão. “A Rede Estadual de Educação trabalha com orientações às escolas sobre procedimentos de casos como este. Após o fato, registrado em Ata, os pais da estudante foram chamados à escola para orientações. A professora também passará por orientações da diretoria e a direção escolar já solicitou à SED orientações administrativas internas”, informou. 

Rapaz morto em ‘rolê’ da Afonso Pena

O rapaz, identificado como Rhenan Matheus, foi atingido por um tiro no peito durante ‘rolê’, na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. O crime aconteceu por volta das 22 horas do dia 31 de outubro, quando a vítima estava nos altos da Afonso Pena, em frente ao Parque das Nações Indígenas. Os policiais chegaram ao local e encontraram os bombeiros fazendo a reanimação da vítima, que foi encaminhada para a Santa Casa, mas morreu logo em seguida. 

Testemunhas contaram que o autor seria conhecido como ‘Pulapão’, e que ele estava em uma Saveiro com várias pessoas. Em certo momento, seu amigo, que estava fazendo zerinho com uma moto, se aproximou da vítima, quando ele reclamou com Jony. O autor, sem dizer nada, foi em direção ao seu carro e pegou um revólver, efetuando um disparo em direção à vítima, que foi atingida no peito.

Jornal Midiamax